facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1178 - Já nas bancas!
26/06/2019

Presidente do Rotary Club de Irati explana sobre projetos e ações da instituição no município

Presidente do Rotary Club de Irati explana sobre projetos e ações da instituição no município

Na sessão do último dia 18 de junho, Câmara de Vereadores de Irati, o presidente do Rotary Club de Irati, Enezito Ruppel, participou da Tribuna Popular, a convite do presidente Nei Cabral e do vereador Roni Surek.

Ele fez uma breve apresentação da instituição e discorreu sobre as atividades e ações dentro do município. “Trata-se de uma rede global de líderes comunitários, amigos e vizinhos que se reúnem para causar mudanças positivas e duradouras em suas cidades e pelo mundo. No mundo são 35.999 clubes – 1.227.585 rotarianos, sendo 282.628 mulheres. No Brasil são 2.391 Clubes com 52.899 rotarianos, sendo 14.361 mulheres e em Irati são 28 Rotarianos, sendo 24 homens e quatro mulheres”, contou Ruppel.

Enezito discorreu sobre alguns projetos da instituição como o “Boa Visão”, que atende crianças carentes de escolas municipais, as quais podem realizar consultas oftalmológicas e obter óculos gratuitamente. Destacou também o projeto “Erga Esta Bandeira”, que visa engajar as crianças ao civismo, fazendo com que as mesmas reflitam mais sobre os símbolos nacionais. Comentou que, recentemente, os membros do Rotary entregaram nas mãos do governador Ratinho um ofício solicitando a conclusão do Teatro Denise Stoklos e relatou a importante participação da instituição nos Conselhos Municipais de Saúde, Meio Ambiente, Trânsito e Turismo.

João Salim Chami, membro do Rotary, também discorreu sobre alguns projetos, destacando à parceria com a Receita Federal que existia, antes do corte por parte da ex-presidente Dilma. “A Receita nos repassava mercadorias apreendidas de contrabando e nós fazíamos bazares e com os recursos obtidos desenvolvíamos projetos. Instalamos muitos computadores e demais equipamentos em escolas e também na 8º Cia Independente de Irati, que não tinha estrutura no início dos trabalhos. Inclusive a aprovação da instalação da 8ª Cia em Irati aconteceu no Rotary Club, sendo que na época o secretário de Indústria e Comércio do Estado era o iratiense e rotariano, Virgílio Moreira Filho”, contou.

Salim relatou também que os governos federal, estadual e municipal não gastam um centavo com a vacina da poliomielite, a qual é patrocinada no mundo inteiro pelo Rotary Club Internacional. “A nossa instituição está sempre envolvida em projetos humanitários, e a nossa menina dos olhos em Irati, foi o projeto em parceria com um clube dos Estados Unidos e do Canadá, onde a Fundação Rotariana entrou com a metade do valor, e assim adquirimos uma autoclave alemã no valor de R$ 45 mil dólares para o centro cirúrgico da Santa Casa de Irati”, lembrou. Outras conquistas e projetos também foram mencionados pelos membros que ao final da explanação, convidaram os vereadores para participar das reuniões e da posse da nova presidência que ocorrerá em julho.

Os vereadores parabenizaram pela explanação e pelo trabalho que esta instituição realiza no mundo, no Brasil, no Estado e no município. Única Ong que tem cadeira cativa nas Nações Unidas - ONU. O presidente Nei Cabral e o vereador Roni Surek, que fizeram o convite ao Rotary, agradeceram pelos esclarecimentos. Surek disse que além de Ordinária, a Sessão foi de gala com a presença do Rotary. Lembrou ainda do seu sonho de ver a “Praça da Amizade, em frente à Câmara, adotada por esta importante instituição”. O presidente Nei Cabral também registrou sua satisfação com a presença do Enezito e do Salim na Casa. “A Câmara está sempre de portas abertas às instituições que, assim como o Rotary Club, são engajadas e dedicadas a ajudar o próximo e a nossa sociedade como um todo”, concluiu. 

Texto/Foto: Assessoria CMI

Galeria de Fotos