facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1163 - Já nas bancas!
11/06/2019

Irati prepara maior Rodeio Crioulo do Paraná

Irati prepara maior Rodeio Crioulo do Paraná

Já estão em andamento todos os preparativos para o maior rodeio crioulo do Paraná, o 31º Rodeio de Integração de Irati, que este ano, acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de julho, no Centro de Tradições Willy Laars.

O evento é uma das grandes atrações da programação de aniversário de Irati, comemorado no dia 15 daquele mês, e que chega aos 112 anos de emancipação política. A cada ano, o rodeio de Irati reúne maior público, que vem acompanhar ou participar das invernadas artísticas e campeiras, bem como dos shows, bailes e outros atrativos da promoção. Em 2018, mais de 80 mil pessoas circularam pelo CT Willy Laars durante os três dias da promoção.

Para este ano, o Baile de Patrão, na sexta-feira (12), será animado por Chiquito Bordoneio. O show gratuito de sábado (13), será com Paulinho Mocelin e Grupo Coração de Gaiteiro. Também no sábado, acontecerá o Baile de Rodeio, com animação do Grupo Talagaço. Todas estas atrações acontecerão no próprio CT. A domingueira, dia 14, será no Park Dance, com o grupo Os Quatro Gaudérios.

Artística

A invernada artística do Rodeio de Irati é algo que vem surpreendendo ao longo dos últimos anos. Após um período em que Irati deixou de sediar o circuito estadual das provas artísticas – entre 2013 e 2015 – o número de participantes só vem crescendo.

No ano passado foram mais de 1.000 inscritos, o que movimentou cerca de 2.500 participantes. Para Marcelo de Ávila Francos, coordenador da parte artística do rodeio, esta evolução em 2019 pode ser até mais de 20% maior. “Estamos prevendo em torno de 3.200 participantes este ano, com a vinda de grupos do Sudoeste e Oeste do Paraná, que estarão participando pela primeira vez da nossa competição”, comenta.

Neste ano, serão mantidos os quatro palcos das provas, bem como a transmissão ao vivo das apresentações.

Campeira

A invernada campeira do Rodeio 2019 manterá o mesmo sistema de provas do realizado no ano anterior. O coordenador, Ederson Luiz Campos, o Edinho, prevê que a participação de competidores deverá ser igual ou superior à edição 2018 do rodeio. Naquele ano foram 180 equipes e 80 CTGs. A única preocupação da organização é se o número de participantes vier a aumentar. “No ano passado, na prova da Vaca Gorda, as competições de sexta para sábado foram até 3h da manhã. De sábado para domingo, estendeu-se até 1h da manhã. Ou seja, se aumentarem os inscritos, viramos a noite com as provas”, declara Edinho.

Os sete narradores e sete juízes que acompanham a invernada campeira, assim como o público e os participantes que virão, irão encontrar uma nova pista, tamanho oficial de 150 por 30 metros, com os muros laterais em alvenaria e várias melhorias na estrutura do rodeio. Estas benfeitorias chamaram a atenção do presidente do MTG-Paraná, Ernani José Baréa, que veio pessoalmente, no último dia 20, expor ao prefeito Jorge Derbli a ideia de Irati sediar o Circuito Nacional de Rodeio em 2021.

Foto/Texto: Assessoria PMI

Galeria de Fotos