facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1141 - Já nas bancas!
07/06/2019

Vereadores acompanham prestação de contas do Executivo de Irati

Vereadores acompanham prestação de contas do Executivo de Irati

A Prefeitura de Irati realizou na quinta-feira (30) a audiência pública de prestação de contas, apresentando à população os relatórios contábeis relativos ao 1º quadrimestre de 2019.

O secretário municipal de Fazenda, Juarez Miguel da Silva, acompanhou a apresentação juntamente com o presidente da Comissão de Finanças, Tributos e Orçamento, Rogério Luís Kuhn, o relator Alberto Schereda e o membro Wilson Karas, além dos vereadores Roni Surek e Edson Luís Elias. A audiência também foi acompanhada por membros do Observatório Social de Irati. A prestação de contas referente aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2019, foi realizada pelo técnico administrativo da Secretaria de Fazenda, Radamés Rangel.

De acordo com o balanço orçamentário consolidado, a Prefeitura de Irati dispôs de uma receita de R$ 54.760.000,00; despesa de R$ 46.255.000,00 e superávit de R$ 8.505.000,00. Rangel também apresentou os balanços orçamentários do Executivo e Legislativo e do Capsirati desdobrados, além de repassar as despesas por funções e subfunções de todas as secretarias municipais. 

O presidente da Comissão de Finanças, Tributos e Orçamento, Rogério Luiz Kuhn agradeceu a prefeitura pela explanação e por disponibilizar aos vereadores os relatórios com antecedência. Rogério elogiou o superávit de Irati, tendo em vista, as circunstâncias dos municípios hoje no país. “Fazemos parte da minoria de menos de 20% que está com as contas em dia. Um fato importante, pois é difícil manter esta posição respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal, o orçamento e a vontade popular”, destacou. Kuhn também comentou que estarão encaminhando um pedido à Secretaria de Assistência Social para que a responsável também faça uma prestação de contas detalhada da pasta. “Foram mais de três de horas de esclarecimentos e discussões. Uma audiência bastante produtiva”, agradeceu. 

O vereador Roni Surek reforçou o pedido para que a audiência seja feita sempre no período noturno, possibilitando a presença de mais cidadãos. Questionou sobre o pagamento do parcelamento do Caps, “se está sendo pago em dia”.  O funcionário do CAPS, que estava na audiência, confirmou que está sendo pago. Sobre a arrecadação do município, Surek quis saber se está abaixo do esperado. Radamés admitiu que está abaixo. “Um dos fatores é a cobrança do IPTU que será gerada a partir do mês de julho”, declarou.

Secretaria de saúde

A secretária municipal de Saúde, Magali de Camargo fez uma explanação detalhada da pasta sobre as ações no 1º quadrimestre do ano, respondendo questionamentos. Segundo ela, no 1º Quadrimestre foram realizadas, incluindo plantões, 40.232 consultas – a um custo de R$1.399.361,80. A secretária discorreu sobre os exames básicos; odontologia; consultas e exames especializados; cirurgias eletivas; transporte/frota; fisioterapia; farmácia básica (medicamentos distribuídos); entre outros assuntos. A explanação foi acompanhada pela presidente do Conselho Municipal de Saúde.

Alberto Schereda fez perguntas em relação ao departamento de fisioterapia, questionando a entrada atual do espaço, solicitando uma modificação para melhorar o acesso aos usuários. Roni questionou sobre as coberturas dos postos de saúde, onde os cidadãos ficam aguardando. “Sugiro que os postos sejam abertos e os usuários possam aguardar dentro dos mesmos, para isso seria necessário a contratação de uma equipe de segurança ou uma equipe da Guarda Municipal”, afirmou. Roni questionou Magali sobre os comentários a respeito do fechamento de alguns postos de saúde no interior, a qual atestou que são falsos. Em relação à Farmácia, o parlamentar sugeriu que sejam realizadas triagens nas filas, solução importante também, conforme ele, nas Unidades Básicas de Saúde. Questionou sobre o porquê ainda não foi solucionada a ausência de dentistas no município. E por fim, sobre o Programa Mais Médicos, indagou sobre o atendimento dos profissionais que estão atendendo no interior apenas 10 pessoas por dia. Antes de concluir, Surek parabenizou pela conquista de dois ônibus novos, que levam os pacientes para fora de Irati e a estrutura do Posto Joaquim Zarpellon, que se tornou uma UBS referência. Elogiou também o Programa de Equoterapia pelo aumento do número de crianças sendo atendidas.

A Audiência pode ser acompanhada na íntegra através do site www.irati.pr.leg.br pelo ícone “Sessões Gravadas”.

Texto/Foto: Assessoria CMI

 

 

 

Galeria de Fotos