facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1141 - Já nas bancas!
27/05/2019

Editorial - Informe-se, questione e analise para não ser vítima de golpes na internet

Editorial - Informe-se, questione e analise para não ser vítima de golpes na internet

O acesso à internet tem crescido nos últimos anos, especialmente, por causa da facilidade de utilizá-la por meio dos celulares. Para muitos, o celular é o primeiro meio no qual se acessa, senão, o único meio.

Além de acessar apenas por este meio, há um número de pessoas que desconhecem o tamanho da internet, ficando limitado ao acesso dos aplicativos disponibilizados no aparelho. Muitos ainda desconhecem o que se pode fazer utilizando a internet, e isso pode ser perigoso quando falamos em segurança digital. Sem o conhecimento sobre a internet, a pessoa está vulnerável e sem proteção, e pode ser uma vítima em potencial a quem tem intenções maliciosas.

Um dos exemplos é a técnica de phishing, onde um hacker disponibiliza um link ou cria um site falso, estimulando a pessoa a colocar todos os seus dados pessoais e financeiros. Isso tem sido comum em páginas falsas no Facebook, onde se oferecem falsos sorteios, falsas doações ou falsas vagas de emprego. Para supostamente conquistar o sorteio, fazer a doação ou até mesmo ter o emprego, o falso site pede para colocar todos os seus dados. A pessoa sem conhecimento acaba dando todos seus dados de bandeja para um hacker que pode ter intenções maliciosas.

No entanto, esse cenário pode ser mudado se todos começarem ter acesso à informação de como se proteger e ficarem atentos. Muitos golpes da internet possuem características comuns que podem ser identificadas. Como nas páginas falsas, onde há poucas postagens e há dificuldade de conferir a autenticidade da empresa.

Além disso, é preciso questionar as informações que se recebe. Quem está fazendo? Como está fazendo? Qual a intenção? São algumas das perguntas que é possível fazer para verificar a informação. Na menor dúvida, o melhor é não disponibilizar os dados.

A privacidade na internet ainda é um tópico polêmico que traz muita discussão sobre o uso de dados pessoais. Mas a proteção para não ser uma vítima em potencial é possível, desde que o usuário reconheça que a internet é como na vida real: um lugar com muitas potencialidades, mas ao mesmo tempo, que exige cuidados para não ser um alvo.