facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1158 - Já nas bancas!
15/05/2019

Conflito na divisa de Inácio Martins é discutido em reunião

Conflito na divisa de Inácio Martins é discutido em reunião

Representantes da Amcespar participaram de uma reunião da Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra da Esperança, em Guarapuava, no último dia 30 de abril. Um dos principais assuntos durante a reunião foi a situação de disputa entre fazendeiros e acampados.

A reunião inicialmente aconteceria em Irati, na sede da Amcespar, mas foi transferida para Guarapuava em virtude do pedido da 8ª Promotoria Públicapara discutir dos problemas socioambientais existente entre a divisão de Inácio Martins e Guarapuava.

A reunião aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente Parque das Araucárias em Guarapuava com a presença dos conselheiros e conselheiras representantes dos municípios integrantes da AmcespareAmsulpar.

A reunião teve a presença do presidente da APA, Juarez Baskoski (IAP/PR), dopresidente da Amcespar e prefeito de Inácio Martins, Júnior Benato, e do secretário geral da Amcespar,VanderleiKawa, conselheiro representante da Agência de Desenvolvimento (Adecsul), que une os municípios dasduas microrregiões Sul e Centro Sul.  Duas lideranças da Associação dos Acampados da APA, que são conselheiros, também estavam presentes.

Conflito

Durante a reunião, o promotor Alfredo Lago, 8ª Promotoria Pública, descreveu os problemas existentes na área da APA, entre acampados e fazendeiros. Inácio Martins possui 60% do seu território dentro da APA.

A reunião também contou com a participação do professor Maurício,da Unicentro, que fez suas colocações a respeito desta área que está sendo invadida por madeireiros.

Os conflitos existentes estão acontecendo desde que as áreas foram repassadas aos acampados pelo Incra. Em 2003, foram atendidas 260 famílias.

Em 2017, os conflitos foram mais frequentes, e apenas155 famíliasficaram nas suas áreas de reserva. Em 2019, o número reduziu para 70 famílias, em virtude dos conflitos.

As autoridades não sabem até quando essas famílias permanecerão no local, já que são ameaçadas constantemente por estes empresários e fazendeiros.

Durante a reunião, as autoridades discutiram a gravidade dos conflitos que envolvem grilhagem de terra, desmatamento, contaminação de nascentes e rios, e também soluções para resolver a situação.

Mirante

Ainda durante a reunião o prefeito de Inácio Martins apresentou o projeto de um Mirante, a ser construído no local entre divisas de Inácio Martins e Irati, local mais alto do município.

A construção tem o objetivo de incentivar o turismo regional e dar uma alternativa para visitantes virem visitar o município mais alto do Paraná.

O prefeito pediu a aprovação dos órgãos competentes e apoio dos conselheiros para liberação neste lugar que também é área de APA. Depois de algumas colocações e sugestões, todos os conselheiros aprovaram este projeto.

Outros assuntos

A reunião ainda tratou da revisão dos planos de manejo dentro da APA Serra da Esperança e da apresentação do mapa temático de toda a área ambiental.  Também foi discutido os encaminhamentos sobre o projeto para as duas microrregiões na questão da erva-mate.

A próxima reunião da Apa Serra da Esperança será no dia 30 de maio, na sede da Amcespar, em Irati.

 

Vanderlei Kawa