facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1142 - Já nas bancas!
22/02/2019

Walter Trevisan conta como comandará a 4ª Regional de Saúde de Irati

Walter Trevisan conta como comandará a 4ª Regional de Saúde de Irati

Walter Trevisané o novo chefe da 4ª Regional de Saúde. Sua nomeação foi publicada na última semana no Diário Oficial. Ele substitui Jussara Aparecida KublinskiHassenque atuava no cargo até o ano passado.

Enfermeiro há 34 anos, Walter Trevisan tambémé professor de enfermagem, e possui especialização em Vigilância em Saúde. Até o ano passado, ele era chefe da Vigilância Sanitária na 4ª Regional de Saúde.

Ele comenta que assumir a direção é um grande desafio e que tem como objetivo fazer o melhor como profissional. “É uma imensa satisfação poder chegar, quase ao final da minha carreira, à direção regional. Quero aqui dizer que todos os diretores que aqui passaram foram profissionais que se dedicaram o melhor à população. Todos fizeram um excelente trabalho”, disse.

Walter destaca que o trabalho na 4ª Regional deverá ser de cooperação, especialmente com as prefeituras, que ele acredita que possam ser grandes parceiras. Também haverá um trabalho junto aos hospitais para fortalecer sua atuação. “Nós queremos carrear recursos para a região, ajudar a Santa Casa a se fortalecer, e os outros hospitais da região têm que se fortalecer. Tem que ter sua missão institucional bem definida. Tem que tentar sempre o melhor diálogo possível. Temos o CCI [Cuidados Continuados Integrados do Hospital Darcy Vargas], em Rebouças, que é uma referência do estado do Paraná. É uma preocupação nossa que esteja sempre atendendo a população”, explica.

A busca pela prevenção de doenças também será feita, segundo o novo chefe da 4ª Regional. “Sabemos que o trabalho de prevenção é o mais barato que tem e é ele que faz toda a diferença lá na frente. Nós precisamos que, sem dúvida nenhuma, que a população entenda esse processo”, relata.

Equipe

Segundo Walter, o trabalhodeverá ser facilitado devido à equipe presente hoje na 4ª Regional de Saúde. “A Regional de Saúde conta com excelentes profissionais. Temos excelentes técnicos que são referência no estado do Paraná. Muitos dos nossos técnicos fazem inspeção, são convidados para fazer trabalhos, são convidados para reuniões em Curitiba e outras regionais, de todas as áreas aqui dentro, da gestão. São profissionais que levam grandes ideias”, disse.

História

A vida profissional começou na Santa Casa de Irati, onde atuou como enfermeiro. Ele também já foi secretário municipal de Saúde de Irati, na administração de Toti Colaço na década de 80.

Na década de 90, entra para a Secretaria de Saúde do Estado, ondechegou a atuar como chefe da divisão da Vigilância Sanitária de Serviços do Estado do Paraná, em Curitiba, e também como chefe da 2ª Regional de Saúde, também em Curitiba, coordenando 29 municípios.

Na região, ele também já atuou em Inácio Martins, sendo 1º enfermeiro-chefe do hospital e ajudando na organização da instalação. Também ajudou, na década de 90, na desinterdição do hospital de Teixeira Soares.

Desde 2005, atuava como chefe da Vigilância Sanitária na 4ª Regional de Saúde.

Foto/Texto: Karin Franco/Hoje Centro Sul