facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1135 - Já nas bancas!
21/02/2019

2ª Noite Solidária será em março

Organizado pela Aciai e Câmara da Mulher, evento beneficente é em prol da Rede Feminina e Anapci

2ª Noite Solidária será em março

Solidariedade, voluntariado e amor ao próximo, são atitudes que aliviam momentos difíceis que muitas pessoas precisam enfrentar. Neste sentido, e em celebração ao Dia Internacional da Mulher, será realizado em Irati no dia 7 de março (quinta-feira), a 2ª Noite Solidária.

O evento será realizado no Centro de Eventos Italiano e contará com um saboroso buffet de massas. Toda a arrecadação será revertida para a Anapci e Rede Feminina - para atendimento de pacientes em tratamento do câncer.

O convite pode ser adquirido a R$ 50, na sede da Aciai, Câmara da Mulher e com as voluntárias da Rede Feminina e Anapci.  O evento é aberto a todo público, mulheres, homens e crianças são bem-vindos. Mais informações pelo telefone (42) 3423 1091.

A Noite Solidária terá início a partir das 20h. Será servido jantar e haverá bingo com sorteio de prêmios. Participe, apoie esta causa, e ainda se divirta nesta noite.

Mãos que se unem

Em 2018, o evento superou as expectativas de público e arrecadou R$ 13,1 mil, sendo o valor dividido entre Anapci e Rede, beneficiando cada entidade com R$ 6.555,00.  A 2ª Noite Solidária está sendo realizada novamente pela Associação Comercial e Empresarial de Irati (Aciai) e Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios de Irati, em prol das duas entidades – Anapci e Rede Feminina.

O presidente da Aciai, Elias Mansur, cita a importância do apoio às entidades que desenvolvem este trabalho social. “A Aciai é uma apoiadora de todas as boas ações para nossa comunidade. Somos parceiros de todas as iniciativas que venham para somar e melhorar a vida das pessoas”, ressalta Mansur.

A presidente da Anapci, Teresinha Veres, comenta que “todo nosso trabalho é feito de forma voluntária, e a Anapci não tem nenhuma renda fixa para custear as despesas. Mas, graças a solidariedade da comunidade e empresas, e a esses eventos beneficentes, conseguimos seguir em frente”, ressalta Teresinha.

A presidente da Rede Feminina, Ieda Waydzik, explica que o trabalho da entidade tem como foco humanizar o período de tratamento. “Além de dar todo esse acompanhamento dentro da unidade do Erasto em Irati, também estamos criando núcleos da Rede nos municípios, para que esses voluntários acompanhem de perto a situação do paciente e da sua família”, relata. Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro e Rebouças, já possuem esses núcleos da Rede.

A presidente da Câmara da Mulher em Irati, Nair Novak Spaki, frisa a relevância de se criar uma rede de apoio às entidades. “Ter o Erasto Gaertner em Irati é uma benção para muitas pessoas que não precisam mais se deslocar até Curitiba em busca de tratamento. Nós precisamos incentivar todas essas ações que mobilizam e fortalecem este trabalho”, destaca Nair.

Texto/Foto: Assessoria Aciai