facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1135 - Já nas bancas!
21/02/2019

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Reforma na estrutura de governo terá substitutivo 

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) começou a analisar nesta segunda-feira (18) o projeto de lei nº 57/2019, que trata da reforma administrativa proposta pelo governo Ratinho Júnior. A proposta oficializa a redução do número de secretarias de 28 para 15, e prevê o corte 339 cargos e funções de gestão.  Ocorreu uma reunião entre os líderes partidários e as equipes da Casa Civil e da Secretaria de Estado de Planejamento na Alep, quando os deputados fizeram sugestões de mudanças ao projeto de lei. As propostas dos parlamentares deverão ser incorporadas ao texto original e um novo projeto, em forma de substitutivo geral, será encaminhado para o Legislativo. O líder do governo no Legislativo, deputado Hussein Bakri (PSD), acredita que a votação do projeto em plenário aconteça em março.

 

Índices de investimento

No debate sobre a reforma administrativa proposta pelo governo do Estado, uma das preocupações apresentadas pelos deputados foi com o cumprimento dos índices de investimentos constitucionais em setores como Saúde e Educação depois da fusão entre as secretárias. Também foi feita a solicitação para que o Governo apresente de forma individualizada por secretaria a redução do número de cargos em comissão, das funções de gestão e a readequação do organograma.

 

Diálogo

O líder do governo no Legislativo, deputado Hussein Bakri (PSD) afirmou que reuniões como a que discutiu com lideranças dos partidos a reforma administrativa serão rotina. Segundo ele, o objetivo é que haja transparência na tramitação de projetos. O líder da oposição no Legislativo, deputado Tadeu Veneri (PT), demonstrou estar satisfeito com a postura. “Quando nós temos um projeto como esse, que para o Governo tem uma importância grande, é claro que é essencial que possamos ter esse diálogo com o líder do Governo. Aquilo que nós, por ventura, entendermos que não é correto, possamos fazer as alterações ou fazer o que é nosso papel: alertar o Governo sobre possíveis irregularidades”, disse Veneri.

 

Reivindicações feitas a Sandro Alex 

O prefeito de Mallet, Moacir Alfredo Szinvelski (PSC), esteve reunido comsecretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), em Curitiba. Na pauta da audiência, várias reivindicações para o município.

 

Câmara de Mallet

Em Mallet, a mesa diretora escolhida para a Câmara Municipal foi: Presidente - José Ivo Rodrigues; Vice-presidente – José Ataíde da Silva; 1º Secretário – Francisco José Makoski e 2º Secretário – EdineiRogulski.

 

Valorização do Legislativo 

O prefeito de Inácio Martins, Júnior Benato (PSD) demonstrou valorizar o Legislativo ao fazer o caminho inverso e ir até a Câmara de Vereadores para discutir tema relevante para o município.  O fato ocorreu na semana passada, no dia 12 de fevereiro, e o assunto da reunião, que também teve a presença de representantes de algumas indústrias, foi aconstrução do Parque Industrial do município.

 

Por que em Prudentópolis?

O chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Irati, IcoRuva, explicou porque a reunião de apresentação da equipe e das propostas pedagógicas para 2019 ocorreu em Prudentópolis. Segundo ele, neste ano diretoras das escolas municipais, secretários de educação e prefeitos das cidades que fazem parte do NRE também foram convidados devido à preocupação com as séries iniciais. Como Prudentópolis tem um número maior de escolas municipais que Irati, havia o interesse de Ruva em descentralizar as reuniões, e o prefeito Adelmo Klosowski ofereceu a toda estrutura para receber o encontro, o município foi escolhido. Como recompensa, após a reunião os convidados puderam conhecer o belo Salto São João.