facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1135 - Já nas bancas!
19/02/2019

Teixeira Soares recebe caminhão de coleta de lixo

Teixeira Soares recebe caminhão de coleta de lixo

Na segunda-feira (04), o município de Teixeira Soares recebeu um caminhão de coleta de resíduos. O equipamento foi entregue pela empresa Zero Resíduos, e faz parte de uma compensação, dentro da parceria para a instalação da Central de Tratamento e Valorização de Resíduos (CTVR) na Colonia Guaraúna.

O caminhão entregue é um veículo compactador com capacidade para coletar 15m³. Além do caminhão, a empresa também se comprometeu com a geração de empregos. “Esse caminhão faz parte destas compensações e vem implementar a coleta do município, visto que a eficiência do serviço público tende a ser preservada”, afirma o prefeito Lula Thomaz.

Segundo Marcus Borsato, presidente do Grupo Philus, do qual a Zero Resíduos faz parte, o fornecimento caminhão de coleta de resíduos sólidos urbanos será em regime de comodato não oneroso. “Desta forma, a prefeitura terá a disposição um veículo de alta qualidade sem custos para o Município de Teixeira Soares, durante o prazo de cinco anos”, disse.

Além de destinar o caminhão ao poder público, a vice-prefeita Juliana Belinoski comenta que a empresa se comprometeu em fazer a conservação da estrada no entorno do empreendimento.

Empregos

“Outro item das compensações é a contratação de mão de obra local - um anseio muito grande da população – também já está sendo cumprida. Temos moradores da cidade de Teixeira Soares e de Guaraúna trabalhando na construção da CTVR”, conta o prefeito.

De acordo com a vice-prefeita, o compromisso é de que sejam contratadas ao longo do processo de instalação da empresa, em de 40 pessoas.

Sobre o processo de instalação, Juliana Belinoski explica como se aconteceu. “O prefeito que nos antecedeu já tinha expedido a certidão de regularidade de instalação no locale, com isso, continuou as tratativas e o IAP concedeu a licença ambiental. Avaliamos junto com o Ministério Público se havia alguma irregularidade com relação ao local e a gente liberou agora para eles o alvará  de construção”, conta Juliana.

Coleta

Atualmente, Teixeira Soares gera 60 toneladas por mês de resíduos que são levados a um aterro em Piraí do Sul – 132 km da cidade. Também como parte das compensações propostas e depois da CTVR estar operando, o empreendimento irá receber os resíduos sólidos oriundos do serviço público municipal de coleta domiciliar do município, no volume máximo de até 100 toneladas por mês, sem custos para a Administração Pública Municipal.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações assessoria

Foto: Assessoria

Galeria de Fotos