facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1093 - Já nas bancas!
15/10/2018

Assembleia Legislativa do Paraná terá 40% de renovação em 2019

Assembleia Legislativa do Paraná terá 40% de renovação em 2019

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) terá 40,74% de renovação neste ano, o que significa que 22 novos deputados ocuparão as cadeiras no próximo dia 1º de janeiro de 2019. Outros 32 deputados se reelegeram.
Dentre os partidos, o PSL conseguiu o maior número de cadeiras, saltando de duas cadeiras em 2014 para oito cadeiras a partir de 2019. Dentre os ocupantes dessas oito cadeiras estará  um parlamentar que mora na região: Emerson Bacil (PSL), de São Mateus do Sul, que foi eleito com 17.626 votos. O PT também conseguiu aumentar as cadeiras de três para quatro no próximo ano. Já o PSD, que tinha o maior número de vagas (devido à migração de deputados eleitos em 2014 pelo PSC para o PSD, seguindo a mesma escolha feita por Ratinho Júnior), caiu de onze cadeiras para seis cadeiras, sendo o segundo partido com mais deputados estaduais. PSDB, DEM e MDB diminuíram o número de vagas.
A assembleia a partir do próximo ano também contará com deputados de outros quatro partidos que não ocupavam cadeiras no último mandato, são deputados do PR, PROS, PV e PRTB. Já o Solidariedade não conseguiu eleger nenhum deputado e é o [único partido que perdeu cadeira da assembleia legislativa.
 

Reeleição

Dentre os 32 deputados que se reelegeram, está Alexandre Curi (PSB) que foi o segundo mais votado no estado com 147.565 votos. Outro deputado com grande atuação na região Centro Sul que também se reelegeu é Artagão Júnior (PSB), que conseguiu 57.385 votos.
Outro reeleito é Romanelli (PSB) que obteve 73.383 votos. O ex-presidente da Alep, Traiano (PSDB), também conseguiu se reeleger, mas com uma votação bem menos expressiva, ele conseguiu apenas 43.601 votos.
 

Velhos nomes

Apesar de o percentual estar próximo da metade das 54 vagas existentes, alguns dos novos deputados são velhos conhecidos da política paranaense. 
É o caso do Delegado Francischini (PSL), que era até então deputado federal, mas na eleição de domingo (07) acabou se tornando o deputado estadual mais votado no estado, com 427.749 votos. Outro nome conhecido é Michele Caputo (PSDB), ex-secretário de Saúde, que foi eleito para o seu primeiro mandato com 51.246 votos.
 

Quem saiu

Já outros 22 deputados não conseguiram se reeleger. É o caso de Hussein Bakri (PSD) que teve 32.679 votos.
 

Webcelebridades

A Alep também contará com celebridades da internet no próximo ano. Na internet, o Soldado Fruet (PROS) ficou conhecido como o policial desbocado que xinga bandidos. Ele conseguiu 35.321 votos.  Outra figura da internet é o humorista Estacho (PV) que conseguiu 43.088 votos.
 

Candidatos de Irati

Irati contou com quatro candidatos disputando eleições estaduais, mas que acabaram não conseguindo ocupar nenhuma vaga. 
O ex-prefeito Felipe Lucas (PPS) conseguiu 22.230 votos. Outro ex-prefeito que disputou, mas não conseguiu foi Odilon Burgath (PDT) que teve 5.433 votos. 
Dois vereadores iratienses também concorriam a uma vaga como deputado estadual, mas não conseguiram. Marcelo Rodrigues (PP) conseguiu 1.979 votos e Roni Surek (PROS) conseguiu 1.621 votos.

Texto: Karin Franco