facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1093 - Já nas bancas!
15/10/2018

Representação no Senado foi renovada

Representação no Senado foi renovada

A representação paranaense no Senado foi renovada. Dois senadores foram eleitos: Professor Oriovisto Guimarães (PODE) conseguiu 2.957.239 votos e Flavio Arns (Rede) conseguiu 2.331.740 votos.
Eles devem acompanhar Álvaro Dias (PODE), que continua no Senado até 2023.
 

Quem saiu

Dois senadores do Paraná terminam seus mandatos em 2019. Um dos mandatos é de Gleisi Hoffmann (PT) que conseguiu se eleger deputada federal e assumirá o posto no próximo ano.
O outro é de Roberto Requião (MDB) que tentou a reeleição neste ano,  mas foi o terceiro mais votado, com 1.528.291 votos, e não conseguiu alcançar uma das duas vagas disponíveis para o Paraná.
Quem também não conseguiu uma vaga ao Senado foi Beto Richa (PSDB), que teve 377.872 votos. 
 

Região

Professor Oriovisto Guimarães (PODE), que foi o mais votado no Paraná, conseguiu ser o mais votado na maioria dos municípios da região. O candidato figurou em primeiro em Guamiranga (2.060 votos), Imbituva (9.969 votos), Inácio Martins (2.900 votos), Irati (17.433 votos), Mallet (3.214 votos), Prudentópolis (13.055 votos), Rio Azul (4.088 votos) e Teixeira Soares (2.828 votos).
Roberto Requião (MDB), apesar de não ter conseguido se eleger,  foi o mais votado em dois municípios do Centro Sul: Fernandes Pinheiro, com 2.069 votos, e Rebouças, com 3.539 votos. 

Texto: Karin Franco