facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1087 - Já nas bancas!
08/10/2018

Editorial - Adote uma rotatória

Editorial - Adote uma rotatória

Irati possui um total de 17 rotatórias espalhadas pela cidade. Elas foram criadas para trazer mais segurança e fluidez ao trânsito do município.  No início o projeto das rótulas foi visto com estranhamento pelos iratienses, mas com o passar do tempo as pessoas foram se acostumando com elas, que atualmente já fazem parte do dia a dia de todos os moradores da cidade.
As rotatórias de Irati são de muitos tamanhos e muitos estilos diferentes. Algumas, divididas pela linha de férrea, são interditadas pela passagem do trem; outras, têm estrutura elevada, distante na altura da via;  ainda há aquelas que passaram por recente reforma para tornarem-se mais amigáveis aos veículos de grande porte como os caminhões; além daquelas que se tornam parada obrigatória de moradores de rua e/ou cachorros.
 Adaptadas à paisagem urbana, nos últimos anos poucos projetos buscaram colocar em prática a legislação municipal que permite parcerias para revitalizar essas áreas. Algumas tentativas foram feitas pela prefeitura de Irati, porém a burocracia e a falta de estímulo fizeram com que as investidas em revitalização fossem pouquíssimas.
Você já pensou em adotar uma rotatória em Irati? Desde o ano de 2011 uma lei permite que isso aconteça. Entretanto a falta de regulamentação ou as regras complexas, como ter de participar de uma licitação para adotar uma rotatória, inviabilizavam o ato de adotar uma área verde na cidade. Recentemente, nesse no final do mês de setembro, foi criado um decreto pelo Executivo simplificando as coisas. Para adotar uma rotatória funciona da seguinte maneira: a iniciativa privada escolhe o local e se responsabiliza por um período de 12 meses pela manutenção do local.
Essa ideia, agora implementada em Irati, já existe em muitos outros lugares do mundo, incluindo outros municípios do Brasil. Através dessa iniciativa o governo municipal busca encontrar parceiros da rede privada que tenham o mesmo amor e zelo pelo município e que queiram ajudar a embelezar a cidade, deixando- a muito mais colorida e vibrante.
A adoção de um espaço público deve ser pensada assim como a adoção de um animal ou até de uma criança, pois ela também exigirá muito cuidado e atenção.
As empresas que fizerem a adoção deverão prestar todo o serviço de paisagismo e conservação no local, em troca disso participam da gestão da cidade, fazendo uma parte do serviço necessário para que todos tenham um lugar melhor, mais bonito para viver.  Além disso, podem colocar a sua marca e divulgar para o mundo esta atitude consciente, de cidadania, de amor ao ambiente. 
Parece uma boa ideia, não parece? Pois é, quem sai ganhado com esse projeto é a população que já nos próximos meses verá as rotatórias revitalizadas e cheias de cor.