facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1099 - Já nas bancas!
28/09/2018

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

 

Não venda, nem troque seu voto por favores

Vender o voto é crime e faz do eleitor tão corrupto quando o candidato desonesto que lhe oferece dinheiro, favores ou quinquilharias – gasolina, jogos de camisa de futebol, uma bebida na festa de igreja ou aquele “trocado” para “ajudar a família”. Ambos podem ser presos, caso comprovada a compra. Entretanto, além disso, o eleitor que se vende não tem condições de reclamar nem da corrupção no país, nem dos problemas que um representante político poderia resolver, como indicar recursos públicos para que ocorram melhorias em uma estrada ou em um posto de saúde.

 

Esperteza?

Assim como o eleitor que vende o voto se acha esperto, o político que compra também se acha. Ele já deu uma quinquilharia para ao eleitor e garantiu o mandato de quatro anos e sabe que não precisa desenvolver um trabalho eficaz na política, é só voltar daqui quatro anos e dar outra esmola àquele mesmo eleitor. Enquanto isso, resta a este eleitor corrupto continuar lamentando a falta de atendimento na área da saúde, a condição ruim das estradas. 

 

Pesquisa Ibope para governador

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27), aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo do Paraná: Ratinho Junior (PSD): 44%, Cida Borghetti (PP): 17%, João Arruda (MDB): 10%, Doutor Rosinha (PT): 6%, Ogier Buchi (PSL): 2%, Professor Piva (PSOL): 1%, Professor Ivan Bernardo (PSTU): 1%, Priscila Ebara (PCO): 1%, Jorge Bernardi (Rede): 1%, Geonísio Marinho (PRTB): 0%, Brancos/nulos: 9%, Não sabe: 9%. O levantamento foi feito entre os dias 24 e 26 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1204 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais. Registro no TRE: PR‐07128/2018, Registro no TSE: BR‐03369/2018. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. A pesquisa foi encomendada pela RPC.

 

Pesquisa Ibope para senador

O Ibope também divulgou nesta quinta-feira (27) pesquisa sobre a intenção de voto para o Senado. O resultado foi: Roberto Requião (MDB): 39%, Beto Richa (PSDB): 17%, Flavio Arns (Rede): 16%, Oriovisto Guimarães (Podemos): 15%, Alex Canziani (PTB): 14%, Mirian Gonçalves (PT): 7%, Nelton (PDT): 3%, Jacque Parmigiani (PSOL): 2%, Rodrigo Reis (PRTB): 2%, Roselaine Barroso (Patriotas): 2%, Zé Boni (PRTB): 2%, Rodrigo Tomazini (PSOL): 2%, Compadre Luiz Adão (DC): 1%, Gilson Mezarobba (PCO): 1%.  Brancos/nulos (vaga 1): 13%. Brancos/nulos (vaga 2): 19%. Não sabe/não respondeu: 44%. O levantamento foi feito entre os dias 24 e 26 de setembro. A margem de erro é 3 pontos percentuais para mais ou para menos.  Foram ouvidos 1204 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais. Registro no TRE: PR‐07128/2018, Registro no TSE: BR-06574/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. A pesquisa foi encomendada pela RPC.

 

Tropas federais nas eleições

Até agora, quase 500 localidades brasileiras terão reforço de tropas federais nas eleições de outubro. Só na terça-feira (25), 127 tiveram pedidos nesse sentido deferidos em sessão administrativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre os estados que solicitaram o reforço estão o Pará (60 localidades), Amazonas (26), Mato Grosso (19) e Tocantins (12). A corte também autorizou o envio de militares para novas áreas do Piauí (10), que já haviam solicitado o apoio. Fazem parte da lista de localidades aldeias indígenas, distritos, comunidades ribeirinhas.A Justiça Eleitoral já havia determinado o envio de tropas federais para 370 localidades de sete estados: Mato Grosso do Sul (4), Ceará (5), Acre (11), Maranhão (72), Piauí (112), Rio de Janeiro (69) e Rio Grande do Norte (97).

Galeria de Fotos