facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1080 - Já nas bancas!
31/08/2018

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

Política em Questão - Por Letícia Torres e Ciro Ivatiuk

 

 

Causa de todos

Nenhum candidato foi convidado para o lançamento da Campanha X-Solidário, realizada pelo grupo Ivasko em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer e Anapci. Neste ano, o objetivo é arrecadar fundos para que seja dado o pontapé inicial para a construção da unidade do hospital Erasto Gaertner em Irati, hoje instalado provisoriamente na sede da Anapci. Vale lembrar que muitas lideranças políticas lutaram para que a unidade começasse a funcionar em Irati, cujo atendimento é custeado pelo Governo do Estado. Agora, novamente será necessária uma soma de forças para que o hospital especializado seja construído.  Seria injusto creditar as diversas conquistas obtidas na luta pelo tratamento do câncer em Irati a apenas um ou dois deputados.

 

Cida na capital

A governadora Cida Borghetti fez campanha nas ruas de Curitiba no fim da manhã de quarta-feira, 29. Junto com apoiadores, Cida e o Coronel Malucelli caminharam e conversaram com a população na região do terminal Campina da Siqueira.

 

No interior do estado

Muitos comentam esta campanha está parecendo um pouco mais calma que as dos anos anteriores.  O único candidato a governador que já tem um comitê instalado em Irati é Ratinho Júnior (PSD). Ele foi o primeiro a realizar a convenção partidária e registrar sua candidatura. Também já observamos, em ação, várias equipes do candidato Sandro Alex (PSD), que busca a reeleição como deputado federal.

 

Coligação de João Arruda erra nas contas

A coligação de última hora levou os partidos da base de João Arruda (MDB) a registrarem mais candidatos a deputado federal do que a lei permite. Agora, os quatro partidos estão tendo de pedir a 13 candidatos que apresentem à Justiça Eleitoral suas cartas de renúncia. A chapa de federais foi formada com candidatos de MDB, PDT, SD e PCdoB. Os partidos acharam que a lei permitia o registro de até 60 candidatos, já que são cadeiras em disputa.

 

Qual a influência da TV?

Haverá mudanças nas intenções de voto dos eleitores no país com o início do horário eleitoral gratuito nas emissoras de televisão e de rádio nesta sexta-feira (31)? O principal questionamento é o quanto a televisão influenciará o eleitor. Na disputa presidencial, as entrevistas que têm sido feitas com os candidatos pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, têm dado o que falar. Entretanto, não se observam debates de ideias que possam vir a fazer com que as pessoas mudem de opinião. O que há é uma forte polarização radical.

 

E das mídias sociais?

Nas mídias sociais, pouco se vê das campanhas dos candidatos. No Facebook, depois que houve a mudança do algoritmo, pouco aparece sobre política para os usuários. No WhatApp são tantos vídeos e comentários que muita gente nem vê mais. 

 

Terceirização

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quinta-feira (30), por sete votos a quatro, a validade da terceirização irrestrita para as contratações pelas empresas. Foi a quinta sessão sobre o tema na Corte, no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 324 e do Recurso Extraordinário (RE) 958252. As ações foram ajuizadas para contestar decisões da Justiça trabalhista que vedaram a terceirização de atividade-fim, aquela relacionada ao objetivo principal da empresa, baseadas na súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Antes da Lei da Terceirização e da Reforma Trabalhista, que entraram em vigor em 2017, a súmula era a única orientação dentro da Justiça do Trabalho a respeito do tema.

 

Pesquisas

Duas novas pesquisas de intenção de votos foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral. Os dois levantamentos serão divulgados na semana que vem e mostrarão como pretendem votar os paranaenses para os cargos de presidente, governador e senador.

 

Galeria de Fotos