facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1087 - Já nas bancas!
14/05/2018

Amor incondicional

Amor incondicional

Mãe é um bicho complicado! Que briga, ensina, puxa a orelha, aconselha, cuida, sofre, arruma, grita, afaga, protege, defende, acusa e está sempre certa - mesmo quando não está. Ela é única na vida de cada um, apesar de existirem coisas que toda mãe faz ou fala para seus filhos.

Muitas têm um jeito todo especial de pedir para arrumar as coisas:“Vai guardar esses brinquedos se não vou jogar fora”. Elas fazem chantagem emocional: “Vocês vão ver quando eu for embora dessa casa”. Elas são sensitivas: “Não sai hoje não filha, tô tendo um pressentimento” e cuidadosas ao extremo:“Mas já que você vai, leva esse casaco, vai que esfria”. Mães são econômicas: “Vamos no cinema gente? Mas vamos levar pipoca de casa ta bom?!”. São contraditórias: “Veste a roupa que vamos sair. Pronto? Não vamos mais”. Mães te contam histórias que você vai levar pra vida toda: “Se você sair na rua sozinho, o homem do saco te leva”. Mãe faz você passar vergonha de propósito: “Olha que menino bonitinho do outro lado da rua. Ei, genro!”.

Na hora de cuidar dos filhos, a maioria das mães são iguais:brigam, cobram, são ciumentas, mas acima de tudo amam. O dia delas está chegando, mas quem é que disse que dia de mãe é só um dia? Elas têm os dias, as horas, os segundos, a todo tempo elas são mães.

Mães são assim, te fazem passar por cada coisa… e se fosse preciso nós passaríamos tudo de novo. Toda mãe tem seus defeitos, mas apesar disso, tem amor incondicional pelo filho. Ela vira uma leoa caso precise, ela fica sem comer se for preciso para alimentar o seu filho,ela faz tudo para ver o sorriso do filho.

Mães, obrigada por dizerem sim. Obrigada pelo dom da vida. Obrigada, por terem contado a história do homem do saco, por terem dado bronca e castigo. Obrigada por terem ensinado a rezar.Quer saber, seja aqui ou na china, mães são todas muito parecidas. Só que a nossa é sempre muito melhor.