facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1050 - Já nas bancas!
02/05/2018

Praças e parques de Irati recebem revitalização

Secretários comentam sobre a manutenção dos parques e praças, além de falar sobre projetos futuros

Praças e parques de Irati recebem revitalização

Em Irati, a Secretaria de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo têm tentado melhorar alguns espaços públicos. Há projetos de melhoria em calçadas e pistas de caminhada, além de outros projetos maiores. Contudo, os projetos não possuem uma data definitiva para implantação porque ainda não foi assegurada a verba total.

Um dos espaços que deve receber melhorias é o Parque Aquático,que tem várias ações previstas. “No Parque Aquático nós fizemos uma limpeza no lago e temos um projeto pronto, onde nós vamos fazer uma revitalização nas pistas de caminhada, alguns concertos dos brinquedos e,com outra verba, vamos fazer uma academia nova”, disse o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Dagoberto Waydzik.

Além dos pontos que serão melhorados, já existe um projeto que irá transformar o lugar, fazendo com que ele se torne ainda mais visitado, tanto pela população iratiense quanto pela população das cidades vizinhas. “Vamos aumentar a pista por fora, fazer um calçadão na frente do Park Dance que vai passar um carro só” diz.

Para as crianças, o novo projeto tem a proposta fazer com que o trenzinho, atração tradicional do local, volte a funcionar.

Um diferencial que está no projeto da obra é a preocupação com as crianças deficientes. Brinquedos especiais deverão ser instalados no local. “Vamos colocar brinquedos para pessoas com deficiência. Isso ainda está em projeto. Hoje nós não temos recurso próprio para fazer uma coisa que é maior, estamos correndo atrás de recurso”, conta.

A verba total para o projeto que deverá reestruturar o Parque Aquático ainda não está garantida, mas por meio de uma emenda, o município terá R$ 300 mil para readequações no local.

Vila São João

Outro projeto que já está sendo aguardado pelos moradores da Vila São João é a obra do novo parque, que já está sendo construído e trará mais lazer para o bairro. “Iniciamos uma drenagem lá. Temos alguns recursos, um campo sintético, a arena já está aqui para instalar. Só que não adianta instalarmos sem fazer a drenagem”, fala o secretário.

Dagoberto destaca que a obra que está sendo realizada no local será uma obra demorada, pois contém muitos detalhes, o que exigirá tempo e recursos. “Aquela obra não é para fazer em uma administração. Ela vai ter pista de caminhada, uma ciclovia, vai ter o campo de futebol, vai ter o campo de futebol suíço, vai ter cancha, quiosque, vai ter o lago, vai ter uma praça”, destaca.

A obra não tem previsão para ser terminada, mas parte dela deve estar pronta nos próximos anos. “Nessa gestão vamos deixar pelo menos parte do parque pronto. É outro local de lazer que a população de lá vai ter, no projeto tem até um palco para realizar show”, conta.

Chafariz

Outra obra que já está sendo realizada e tem um prazo de 90 dias para ser entregue é a obra do chafariz que fica em frente à igreja da matriz Nossa Senhora da Luz.  “O chafariz tinha 40 anos aquela obra, nós fizemos uma tentativa no ano passado, funcionou alguns dias, mas estava indo 70 mil litros de água a cada dois dias. Nós paramos de funcionar ele e agora nós fizemos um projeto completo pra ele funcionar mesmo, por mais 30, 40 anos. Os tubos de baixo eram de ferro, estavam podres,todo vazado, teve a vida útil dele”, fala.

O gasto estimado para a construção desse chafariz é de R$49 mil reais. A tentativa de revitalização do antigo chafariz custou R$16 mil. A obra está sendo feita reaproveitando a estrutura já existente do antigo chafariz.

Além de todas essas obras, a prefeitura deve instalar 13 novas academias em toda a cidade. Os bairros contemplados serão: Lagoa, Engenheiro Gutierrez, Nhapindazal, Jardim Planalto, Vila Nova, Vila São João, Vila São Pedro e as comunidades de Guamirim, Gonçalves Junior e Cerro da Ponte Alta.

 

Limpeza e manutenção

Os espaços públicos de convivência são frequentados pelos moradores da cidade cotidianamente. Locais como o Parque Aquático se tornaram pontos tradicionais para a família passar o domingo com as crianças, por exemplo.

No entanto, para que eles permaneçam em boas condições para serem frequentados é necessária uma manutenção regular.

Segundo a secretária do Meio Ambiente, Magda Adriana Lozinski, a pasta é responsável pela limpeza dos locais. “Nós temos uma programação da Secretaria do Meio Ambiente em relação a toda a limpeza do espaço público, incluindo as praças, Parque Aquático, a Santa que é um ponto turístico. A gente é responsável pela poda, capina, varrição, cortar grama, fazer coleta das lixeirinhas”, conta.

Já o Parque Aquático, por ter uma movimentação maior que as outras praças,recebe uma atenção especial. Dois funcionários trabalham diariamente no local para garantir que tudo fique limpo. “O Parque Aquático é um caso específico, porque ele conta com dois funcionários fixos do Meio Ambiente. Os dois funcionários são responsáveis por manter a grama cortada, lixeiras limpas, o banheiro limpo, então são os funcionários do Meio Ambiente”, explica Magda.

As praças da cidade passam por um cronograma, onde são planejados os dias para que a limpeza seja feita. “Nas praças e na Santa temos um cronograma de limpeza mensal. Uma vez por mês fazemos toda a roçada, poda da grama e a limpeza”, relata.

Magda também acrescenta que quando acontece uma chuva forte e os galhos caem sujando as praças, o serviço de limpeza é realizado imediatamente.

Além dos cuidados com a limpeza, a manutenção das praças também é feita pela a Secretaria de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo.

O secretário Dagoberto Waydzik comenta que as praças sempre são acompanhadas, mas que em algumas situações há dificuldade, já que há pouco recurso.  “É por demanda. Já fizemos muito isso. Já concertamos bancos, mas tudo depende da parte financeira, todos os cuidados que estão sendo necessário temos tentado fazer”, fala.

Fotos/Texto: Silmara Andrade/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos