facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1050 - Já nas bancas!
30/04/2018

Agricultura faz proteção de nascente em Rio Corrente

Agricultura faz proteção de nascente em Rio Corrente

A Secretaria de Agricultura de Irati, entre as várias atividades que coordena, mantém um programa permanente de proteção de nascentes.

Na semana passada, os técnicos da secretaria, Alessandro Trybek e Osnei Abel Lopes, que são responsáveis pelo serviço, estiveram na propriedade dos irmãos Jorge e Otávio Marinski, agricultores da localidade de Rio Corrente. No local, efetuaram os procedimentos necessários na nascente que vem ser afluente da bacia do Rio do Meio, e deságua no Rio da Antas.

Nos dois dias do trabalho, 18 e 19, os técnicos efetuaram os procedimentos que visam proteger a nascente contra qualquer agente externo que venha a romper o equilíbrio vigente, diminuindo a quantidade e a qualidade da água. Em Irati prevalece a técnica do solo-cimento, ou seja, a barragem que protege a fonte é construída com uma massa feita da mistura de terra de barranco com cimento. A proporção entre solo e cimento depende da textura da terra.

Nestes acompanhamentos, os proprietários não pagam nada pelo atendimento profissional prestado pela Prefeitura, e apenas custeia os materiais empregados. A Secretaria de Agricultura entra com a mão de obra e conhecimento técnico.

Interessados no trabalho de proteção de nascentes em suas propriedades devem entrar em contato com a secretaria, solicitando via protocolo o pedido de uma vistoria, para estudo de viabilidade.

Informações pessoalmente ou através do telefone 3132 6172.

Desde 2017, esta é a 15ª nascente protegida

A equipe técnica da Secretaria de Agricultura de Irati, desde 2017, já efetuou o trabalho de proteção e preservação em 15 nascentes no município.

No ano passado, foram 12 procedimentos e, em 2018, esta é a 3ª nascente trabalhada.

Em Irati, a prática é mais voltada para o consumo humano e também para uso na atividade leiteira.

As estratégias de preservação das nascentes devem englobar pontos básicos como controle da erosão do solo por meio de estruturas físicas e barreiras vegetais de contenção, minimização de contaminação química e biológica, e evitar, ao máximo, as perdas de água através da transpiração das plantas.

O que são nascentes

Uma nascente, também conhecida como olho d’água, mina d’água, fio d’água, cabeceira e fonte, nada mais é que o aparecimento, na superfície do terreno, de um lençol subterrâneo, dando origem a cursos d’água. As nascentes são fontes de água que surgem em determinados locais da superfície do solo e são facilmente encontradas no meio rural. Elas correspondem ao local onde se inicia um curso de água (rio, ribeirão, córrego), seja grande ou pequeno. As nascentes (ou mananciais) se formam quando o aquífero atinge a superfície e, consequentemente, a água armazenada no subsolo jorra (mina) na superfície do solo.

Como ocorre em todas as regiões do mundo, diversos órgãos da iniciativa pública e privada têm criado programas para conscientizar as pessoas e comunidades sobre o uso racional da água, bem como da preservação dos seus mananciais.

Em Irati, o Programa de Proteção de Nascentes existe desde 2006.

Texto/Fotos: Assessoria PMI

Galeria de Fotos