facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1070 - Já nas bancas!
30/04/2018

Padre iratiense é nomeado Bispo Diocesano de Paranavaí

Padre iratiense é nomeado Bispo Diocesano de Paranavaí

O iratiense, padre Mário Spaki, foi nomeado Bispo Diocesano de Paranavaí (PR) na quarta-feira (25) pelo papa Francisco. Até então, ele atuava como secretário executivo do Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, o novo bispo falou sobre a alegria da nova missão. “É algo surpreendente porque a gente acorda vendo a nova missão que se abre, e eu acolhi com uma alegria muito grande no coração. Primeiro, feliz porque o papa Francisco que está me nomeando bispo, depois eu fico no próprio Paraná continuando o trabalho que nós fazíamos com os bispos do Paraná, e levando em frente o trabalho da missão na Guiné-Bissau, o trabalho das vocações e o povo de Paranavaí, já tive a oportunidade de estar lá. É um povo acolhedor. Um povo que manifesta seu carinho e por isso eu estou muito feliz”, disse.

A sua ordenação episcopal já está marcada para o dia 22 de junho, às 18h, na Catedral Sant’Ana, de Ponta Grossa, onde é sua diocese de origem. Já a posse canônica será no dia 8 de julho, às 16h, na Catedral Maria, Mãe da Igreja, de Paranavaí. O dia também celebrará o Jubileu de Ouro da Diocese.

A vaga ocupada pelo iratiense estava vacante desde 12 de agosto de 2017, quando ocorreu a posse canônica de Dom GeremiasSteinmetz na Arquidiocese de Londrina. Padre Mário Spaki será o quinto bispo da Diocese.

Biografia

Padre Mário Spaki nasceu no dia 14 de dezembro de 1971, em Irati (PR). Filho de casal Izidoro e Therezinha Spaki (in memoriam), ele é o quinto dos seis filhos do casal.

Iniciou seus estudos na Escola Municipal do Cerro da Ponte Alta e no Colégio Municipal Olavo Anselmo Santini do Rio do Couro, no interior de Irati, de 1979 a 1987. O ensino médio foi cursado no Colégio São Vicente de Paulo, em Irati, de 1988 a 1990.

Entrou no Seminário Propedêutico Diocesano no início de 1991. De 1992 a 1994 estudou filosofia no Instituto de Filosofia e Teologia MaterEcclesiae (IFITEME), da Diocese de Ponta Grossa. Fez também um ano de espiritualidade, na Escola Sacerdotal VineaMea, de Loppiano, Florença, na Itália em 1995.Também cursou Teologia e Mestrado em Dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma, entre 1995 a 2001.

Voltou ao Brasil em 2001 e atuou como seminarista por pouco mais de dois anos na Paróquia São José, em Ponta Grossa.

Foi ordenado Diácono no dia 02 de fevereiro de 2003por Dom João Braz de Aviz, e no dia 03 de agosto de 2003, foi ordenado Presbíteropor Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger.

Desde setembro de 2011, ele foi eleito pelos bispos como Secretário Executivo do Regional Sul 2 da CNBB, com sede em Curitiba, onde se encontra até o presente momento.

Ele também participou ativamente do processo de abertura e desenvolvimento da Missão Beato Paulo VI da Guiné-Bissau, missão ad gentes da Igreja do Regional Sul 2. Ainda protagonizou a Ação Evangelizadora Missão, Palavra e Pão que, em 2016, envolveu a Igreja do Paraná na arrecadação de recursos para a aquisição de 20 mil Bíblias para a África. Enfim, em 2017, teve a inspiração da Ação Evangelizadora Cada comunidade uma nova vocação, que se espalhou pelo Brasil.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações CNBB Sul 2

Foto: Reprodução/Facebook