facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1072 - Já nas bancas!
27/04/2018

Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do PR fala sobre cenário do profissional

Presidente do Conselho Regional de Contabilidade do PR fala sobre cenário do profissional

No Dia da Contabilidade, comemorado na última quarta-feira (25), o presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRC-PR), Marcos Sebastião Rigoni de Mello, fala sobre o cenário do profissional de contabilidade e os desafios que ocorrem em meio às mudanças tecnológicas.

JHCS: Como avalia o atual cenário da profissão?

Nunca esteve tão bom para o profissional da contabilidade em função da própria burocracia do país, isso nos favorece muito. Com as mudanças constantes na legislação e com essas exigências do fisco, isso acaba sendo muito bom para o profissional da contabilidade, aumentando muito o campo de trabalho.

JHCS: Quais os desafios dos contabilistas no mercado de trabalho?

Um deles, e o principal, é aprender com a tecnologia. A tecnologia pode nos favorecer e pode nos prejudicar em determinado momento. Quando eu falo em prejudicar é com relação à questão do valor dos honorários praticados hoje. Eu percebo que tem algumas empresas na área de tecnologia voltada à contabilidade que estão cobrando honorários muito baixos, em relação à contabilidade. O profissional da contabilidade tem que ter uma visão muito maior e enxergar outros trabalhos que ele possa prestar aos clientes dele. Como por exemplo, focar a área de consultoria para o cliente. Tem que enxergar esse ramo. Ver atividades específicas e ver de que forma ele pode apresentar um trabalho melhor ao cliente. Não pode ficar fechado e isolado no escritório dele.

JHCS :É preciso mais interação com os clientes?

O profissional hoje precisa conhecer um pouco mais do negócio do cliente dele, para poder opinar sobre isso. E mostrar quais são os caminhos que pode seguir e o que pode fazer de diferente no negócio dele para poder implementar isso. O profissional da contabilidade também pode ver ramos específicos da atividade da profissão contábil e de como ele pode ajudar o cliente dele nessas atividades específicas, o que mais ele pode oferecer além da contabilidade. Pode ser uma assessoria mais direta, um consultor de empresário, não só ficar isolado fazendo contabilidade. Por isso ele precisa conhecer o negócio do cliente dele.

JHCS :No Dia da Contabilidade, qual é a mensagem para os profissionais e o desejo para o mercado e trabalho?

A profissão contábil é uma das mais importantes que temos no país porque não há uma empresa nesse país que não precise de no mínimo um profissional de contabilidade. Ou seja, todas as empresas legalmente constituídas passam pelas mãos dos profissionais da contabilidade. Posso afirmar categoricamente que nenhuma empresa sobrevive sem a assessoria de um profissional da contabilidade. Então, o mercado nosso é muito grande. Basta que seja exercido com seriedade, com profissionalismo e com ética. Vislumbro um mercado muito bom para nós da área contábil.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Divulgação