facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1050 - Já nas bancas!
27/04/2018

Centro de Eventos Italiano: Suspeito do incêndio é preso. Espaço está sendo reconstruído

Delegado da Polícia Civil de Irati fala sobre as investigações que resultaram na prisão do suspeito. Um dos proprietários do Grupo Italiano comenta sobre a reconstrução do Centro de Eventos e sobre novidades que estão por vir

Centro de Eventos Italiano: Suspeito do incêndio é preso. Espaço está sendo reconstruído

Após 60 dias de investigações, a Polícia Civil, juntamente com a Polícia Militar, prendeu o homem suspeito de ser o autor do incêndio que atingiu o Centro de Eventos Italiano, no fim de fevereiro. A prisão aconteceu na manhã desta terça-feira (24) na área central de Prudentópolis.

O homem de 30 anos não apresentou resistência à prisão, segundo o delegado de Irati,Paulo César Eugênio Ribeiro. O suspeito foi preso após os investigadores cumprirem um mandado de busca e apreensão em Irati, que trouxe informações sobre o paradeiro do suspeito, que estava em Prudentópolis.

“Com relação ao paradeiro, tendo a informação da autoria, conversamos com diversas outras pessoas, com familiares, com amigos, buscamos pessoas de fora, amigos que teriam saído da região, conseguimos conversar com eles e a partir dessas informações, nós solicitamos um mandado de busca e apreensão junto ao Poder Judiciário e a prisão preventiva, em vista que a autoria estava praticamente definida. Com o mandado de busca e apreensão, que foi cumprido hoje pela manhã, nós conseguimos obter mais informações que indicaram o paradeiro, que foi uma situação anômala que exigiu que a gente se deslocasse imediatamente para o local, exatamente pela possibilidade dele fugir”, disse o delegado.

Identidade não revelada

A Polícia Civil não divulgou a identidade do autor, nem da vítima que morreu carbonizada no incêndio. O que se sabe é que ambos são de Irati, eram dependentes de álcool e usavam entorpecentes.

O delegado apenas confirmou que ambos viviam nas ruas. “Não diria que eram mendigos porque essas pessoas tinham local para dormir. Elas moravam na rua, talvez por opção ou alguma coisa assim. Mas eles tinham lugar pra ir, tomavam banho, tinham alimentação, tinham família na região”, disse.

De acordo com o delegado, a identidade do autor ainda não pode ser revelada. “Tenho uma orientação de que enquanto ele não for de fato processado - ele vai ser indiciado primeiramente pela autoridade policial para depois ser processado eventualmente se concluída dessa forma. Então a partir do processo, senão for imposto sigilo no processo, que poderá ser divulgado o nome”, disse.

Já em relação à vítima, a identidade deverá ser revelada após a chegada dos laudos do Instituto Médico Legal, algo ainda sem previsão. “Nós já temos uma identificação. O próprio autor reconheceu a vítima. Quando mostramos a imagem da vítima passando pelo local, ele falou que essa era realmente a vítima. Só que para confirmar com absoluta certeza dependemos do laudo cadavérico, que vai ser expedido pelo Instituo Médico Legal”, explicou.

Autoria

O delegado afirmou que diversas provas mostram a autoria do crime. “Nós levantamos as imagens próximas ao local, temos depoimentos de várias pessoas que reconhecem a autoria, que reconheceram o autor, inclusive de familiares, temos também denúncias. Recebemos muitas denúncias. Boa parte das investigações se baseou em denúncias, e também depoimentos de pessoas que tiveram próximas do local e conseguiram levantar informações”, explicou.

Ele afirmou que a dificuldade das autoridades não foi a conclusão da autoria, mas sim, a sua localização. “Tivemos dificuldade em localizá-lo. Sentimos que algumas pessoas que entramos em contato, de acordo com as investigações, elas se negavam, ou davam respostas evasivas. Não ajudou nosso trabalho. Com relação a isso, a Polícia Militar também foi atrás buscar informações e trazendo para a gente e, a partir disso, conseguimos fazer o pedido de prisão preventiva”, disse.

Motivação

A motivação principal teria sido uma briga entre os dois, dias antes do incêndio. “Dias anteriores houve sim um entrevero, uma briga entre o autor e vítima. Muito embora eram conhecidos, eram supostos amigos, que acabou culminando essa tragédia”, disse.

No entanto, ainda não está claro como o crime ocorreu. Segundo o delegado, o preso deu respostas evasivas no interrogatório realizado na manhã de terça-feira (24). “Outro fato que me interessa e isso vai interessar evidentemente ao processo é o laudo de necropsia que vai possivelmente indicar se ele foi queimado vivo ou se houve alguma lesão anterior à carbonização. Embora seja em um estado avançado de carbonização que ele foi encontrado, pode ser que o IML consiga identificar”, disse.

Processo

No momento, o suspeito está preso na Delegacia de Irati. O inquérito policial deverá ser concluído assim que os laudos do IML estiverem prontos. Após isso será repassado à Justiça, onde o Ministério Público deverá analisar as informações.

O preso deverá responder por homicídio qualificado e crime de incêndio. A pena para homicídio pode ir de 12 anos a 30 anos.

Recomeço

Os dois últimos meses foram de trabalho para a equipe do Centro de Eventos Italiano. Além de readequar as instalações e cumprir compromissos já firmados, a empresa está reconstruindo totalmente o local e aos poucos vai reabrindo suas instalações.

Segundo um dos proprietários, Agnaldo Ivan Menon, a empresa teve que encontrar novos locais na cidade para conseguir cumprir os compromissos já agendados. “As festas conseguimos contornar, porque é um negócio mais fácil. Agora casamento, formatura, quinze anos, esse já é mais complicado porque é agendado há mais tempo. Fomos mexendo e arrumando a agenda. Fora o transtorno de ter que levar tudo para outros lugares, quando estava aqui estava tudo pronto, tudo no lugar e de repente você não tem mais o lugar”, disse.

Para ele, é difícil mencionar o prejuízo material já que foram mais de 10 anos de investimentos no local. “Uma iluminação nova, um piso novo, vamos sempre melhorando, um climatizador, são coisas que a gente sempre vai melhorando”, disse.

O incêndio fez com que o Grupo Italiano tivesse que se readaptar, já que atingiu vários empreendimentos. Segundo Agnaldo, a opção foi de ir arrumando o que foi menos danificado. “Como atingiu algumas partes dos outros empreendimentos - no Shiva acabou afetando os banheiros, no Empório também acabou afetando uma parte dele - o que a gente estudou foi de começar fazendo o que atingiu menos”, disse.

A parte do restaurante atingida foi isolada logo após o dia do incêndio e os almoços foram transferidos para a parte da frente do Restaurante e Lanchonete Italiano. O Shiva reabriu logo em seguida com a reforma dos banheiros. Já o Empório irá reabrir no próximo dia 5 de maio.

Novo restaurante e Centro de Eventos

Apesar da tragédia, o Grupo Italiano está conseguindo se reerguer e deve inclusive ampliar algumas instalações. Uma delas é o restaurante que ganhará mais um andar na parte em que foi atingida. O local também contará com um espaço kids. O projeto está sendo feito pela arquiteta Fernanda Menon Derbli.

A previsão é que o Centro de Eventos seja reaberto em outubro. O local também já está sofrendo transformações, como o aumento do pé direito para seis metros. Mais banheiros deverão ser construídos e uma nova fachada será realizada.

Relembre

No dia 26 de fevereiro, um incêndio de grandes proporções atingiu o Centro de Eventos Italiano, localizado no centro de Irati. O incêndio destruiu totalmente o local e chegou a danificar alguns empreendimentos localizados ao lado.

Após o Corpo de Bombeiros conter totalmente o incêndio, um corpo carbonizado foi encontrado em um prédio anexo. A suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso e tenha partido deste local.

Texto: Karin Franco e Silmara Andrade/ Hoje Centro Sul

Foto 1: Divulgação/PC

Foto2: Divulgação

Legenda Foto2: Restaurante Italiano deverá ganhar mais um andar após reforma e contará com espaço kids. O projeto está sendo feito pela arquiteta Fernanda Menon Derbli.

Foto3, 4, 5: Karin Franco/Hoje Centro Sul

Foto6: Silmara Andrade/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos