facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1099 - Já nas bancas!
09/04/2018

Tempo e consumo

Tempo e consumo

Com a modernização da sociedade, o tempo das pessoas tem sido disputado. Trabalho, casa, lazer e família são só alguns itens com que todos precisam gerenciar ao longo da semana para que cada um tenha atenção.

Olhando isso, aos poucos, muitas cidades brasileiras foram abrindo seus negócios em dias que costumavam fechar, como aos domingos. Em outros lugares do mundo, o horário chegou a se estender até à noite.

Aos poucos, essa tendência de horários comerciais de maior duração tem chegados às cidades médias e pequenas. Muitos empresários veem uma oportunidade para crescer, já autoridades veem como uma oportunidade de aumentar as vagas de trabalho e os consumidores como mais opções para se ter no dia a dia.

E de fato todas essas opções acontecem. No entanto, essas opções acontecem somente de forma positiva quando há planejamento. Por isso, é necessário planejamento por parte do empresário para que ele consiga oferecer mais serviços à população em diversos horários, com o melhor conforto possível.

Para o consumidor, a abertura aos domingos ajuda a suprir uma necessidade que a semana agitada de trabalho não possibilita. É nos fins de semana que o consumidor consegue aproveitar de maneira mais relaxada a possibilidade de consumir o que deseja.

É durante este período também que ele conseguirá consumir de forma mais responsável. Ao possibilitar essa abertura, o consumidor conseguirá ter mais tempo para pesquisar e analisar os preços praticados.

De forma geral, quando o empresário planeja o custo-benefício, avaliando demanda e cumprimento de regras trabalhistas, os maiores beneficiados são os consumidores, que tem mais opções, e os trabalhadores, que conseguem ter mais uma possibilidade de rendimento financeiro.