facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1080 - Já nas bancas!
27/03/2018

Hobby ou forma de renda?

Hobby ou forma de renda?

A criatividade é uma das características dos brasileiros mais conhecidas mundo afora. Em outras nações, o brasileiro é visto como uma das nacionalidades que consegue lidar de forma inovadora com os problemas que ocorrem à sua frente.

E isso tem se intensificado desde o início da crise econômica. Com a falta de dinheiro nos lares, os brasileiros começaram a olhar para mais formas de ter uma renda. Seja produzindo algo para vender ou encontrando outros modos de trabalhos mais eficientes, o brasileiro tem se virado para conseguir fechar o mês sem estar no vermelho.

Nesta edição, o jornal Hoje Centro Sul apresenta uma dessas histórias, onde um hobby virou uma opção de renda extra. Uma professora de química encontrou o seu talento na cozinha e após a insistência de conhecidos passou a fazer doces por encomendas.

O negócio deu tão certo, que ela acabou se especializando e agregando conhecimentos anteriores, de técnica em alimentos, à sua nova profissão de doceira. O resultado é um produto de qualidade. Tudo isso é visível no produto: cuidado com a embalagem, cuidado no feitio dos bombons, cuidado inclusive na atenção de colocar informações sobre a validade do produto, algo esquecido por muitos que fazem produtos alimentícios de forma amadora para complementar a renda.

Mas mais do que apenas mais um modo de obter um maior rendimento financeiro, a procura de outro meio para conseguir se sustentar pode fazer com que as pessoas encontrem novas formas de terapias.

Isso porque muitas dessas novas formas de renda encontradas têm a ver com algum hobby que essa pessoa já possuía: cozinhar, costurar, desenhar, fazer artesanato, etc. Dessa forma, as pessoas acabam encontrando opções que ajudam a desestressar e também a realizar-se de forma profissional e pessoal.

É importante que saibamos valorizar essa nossa característica tão única. Mas mais do que isso: precisamos aprender também a olharmos para nós mesmos e vermos que tipo de coisas diferentes podemos produzir. E aí, você já pensou em transformar um hobby em um modo de obter renda?