facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1056 - Já nas bancas!
22/03/2018

Prefeitura de Teixeira Soares reintegra 14 comissionados ao quadro de servidores

Isso ocorreu sexta-feira da semana passada, depois que o município conseguiu cassar uma liminar que pedia o afastamento dos servidores contratados em cargos de comissão – o que havia causado a paralização de serviços em Teixeira Soares

Prefeitura de Teixeira Soares reintegra 14 comissionados ao quadro de servidores

No Tribunal de Justiça (TJ), o município de Teixeira Soares conseguiu cassar uma liminar que determinava a exoneração de 14 funcionários contratados em cargos de comissão.  A liminar havia sido conseguida pelo Ministério Público junto ao juiz da Comarca de Teixeira Soares e fez com que, durante dois dias – até a cassação da liminar pelo TJ, que ocorreu na quinta-feira (15) – houvesse a interrupção de serviços no município.

“Isso nos causou um prejuízo muito grande, pois foram paralisados vários serviços públicos. Paralisou esporte, Detran, projetos. Perdemos o nosso assessor jurídico, enfim, diversas pessoas que nos ajudavam a fazer este governo funcionar”, explica o prefeito Lula Thomaz.

Ele conta que a população foi prejudicada por não ter acesso ao posto avançado do Detran, não poder participar de alguns campeonatos esportivos ou de ações da área de cultura, como as voltadas para os grupos da melhor idade.

“Nós entendemos que isso não estava certo. Entramos com um recurso e, graças a Deus, este recurso foi acatado. Nós conseguimos cassar esta liminar e reintegrar estes 14 comissionados novamente porque entendemos que, se não precisássemos deles, eles não estariam fazendo parte do governo”, relata o prefeito.

Segundo Lula Thomaz, esses comissionados ocupam cargos de direção, chefia e assessoramento, sem desvio de função. Ele informa que Teixeira Soares possui 413 funcionários efetivos em seu quadro de servidores públicos municipaise, nesse universo,  os 14 comissionados representam menos de 3% do total de funcionários. “Estes comissionados estavam trabalhando, não é um cabide de empregos”, finaliza o prefeito.

No Tribunal de Justiça (TJ), o município de Teixeira Soares conseguiu cassar uma liminar que determinava a exoneração de 14 funcionários contratados em cargos de comissão.  A liminar havia sido conseguida pelo Ministério Público junto ao juiz da Comarca de Teixeira Soares e fez com que, durante dois dias – até a cassação da liminar pelo TJ, que ocorreu na quinta-feira (15) – houvesse a interrupção de serviços no município.

“Isso nos causou um prejuízo muito grande, pois foram paralisados vários serviços públicos. Paralisou esporte, Detran, projetos. Perdemos o nosso assessor jurídico, enfim, diversas pessoas que nos ajudavam a fazer este governo funcionar”, explica o prefeito Lula Thomaz.

Ele conta que a população foi prejudicada por não ter acesso ao posto avançado do Detran, não poder participar de alguns campeonatos esportivos ou de ações da área de cultura, como as voltadas para os grupos da melhor idade.

“Nós entendemos que isso não estava certo. Entramos com um recurso e, graças a Deus, este recurso foi acatado. Nós conseguimos cassar esta liminar e reintegrar estes 14 comissionados novamente porque entendemos que, se não precisássemos deles, eles não estariam fazendo parte do governo”, relata o prefeito.

Segundo Lula Thomaz, esses comissionados ocupam cargos de direção, chefia e assessoramento, sem desvio de função. Ele informa que Teixeira Soares possui 413 funcionários efetivos em seu quadro de servidores públicos municipaise, nesse universo,  os 14 comissionados representam menos de 3% do total de funcionários. “Estes comissionados estavam trabalhando, não é um cabide de empregos”, finaliza o prefeito.

No Tribunal de Justiça (TJ), o município de Teixeira Soares conseguiu cassar uma liminar que determinava a exoneração de 14 funcionários contratados em cargos de comissão.  A liminar havia sido conseguida pelo Ministério Público junto ao juiz da Comarca de Teixeira Soares e fez com que, durante dois dias – até a cassação da liminar pelo TJ, que ocorreu na quinta-feira (15) – houvesse a interrupção de serviços no município.

“Isso nos causou um prejuízo muito grande, pois foram paralisados vários serviços públicos. Paralisou esporte, Detran, projetos. Perdemos o nosso assessor jurídico, enfim, diversas pessoas que nos ajudavam a fazer este governo funcionar”, explica o prefeito Lula Thomaz.

Ele conta que a população foi prejudicada por não ter acesso ao posto avançado do Detran, não poder participar de alguns campeonatos esportivos ou de ações da área de cultura, como as voltadas para os grupos da melhor idade.

“Nós entendemos que isso não estava certo. Entramos com um recurso e, graças a Deus, este recurso foi acatado. Nós conseguimos cassar esta liminar e reintegrar estes 14 comissionados novamente porque entendemos que, se não precisássemos deles, eles não estariam fazendo parte do governo”, relata o prefeito.

Segundo Lula Thomaz, esses comissionados ocupam cargos de direção, chefia e assessoramento, sem desvio de função. Ele informa que Teixeira Soares possui 413 funcionários efetivos em seu quadro de servidores públicos municipaise, nesse universo,  os 14 comissionados representam menos de 3% do total de funcionários. “Estes comissionados estavam trabalhando, não é um cabide de empregos”, finaliza o prefeito.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Arquivo/Hoje Centro Sul