facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1079 - Já nas bancas!
07/03/2018

Celulares roubados podem ser bloqueados e rastreados

Celulares roubados podem ser bloqueados e rastreados

Sem nota fiscal, carregador, caixa e muito menos garantia. É desta maneira que muitos aparelhos celulares sem procedência são vendidos.

Os valores são convidativos, bem abaixo dos praticados em lojas especializadas nessa área. Muitas pessoas acreditam que estão fazendo um bom negócio quando decidem comprar em grupos de compra e venda ou daquele vizinho que não é muito conhecido, mas que está vendendo por um bom preço.Mas não se engane. Esse celular pode ser roubado.

O que fazer se seu celular for roubado?

O roubo de celular é comum na região, mas poucos sabem o que deve ser feito após terem sido roubados. O delegado de Polícia Civil de Irati, Paulo Ribeiro, comenta como proceder. “Primeiro a pessoa deve comparecer na delegacia para registrar o boletim de ocorrência. Nós pedimos que se a pessoa possuir a nota fiscal do aparelho ou a caixa do aparelho, que traga,pois é onde vão constar os dados principais do aparelho para ficar um boletim mais completo. Vai constar o número do IMEI do aparelho que é a identificação do celular”, explica.

IMEI

Juliano Decol, proprietário de uma loja especializada no ramo de consertos e vendas de celulares, explica que o IMEI é a identidade do celular. “Todo celular possui um número de série, como se fosse uma identidade. Esse número chama-se IMEI. Ele é composto de 14, 15 dígitos. O que vale mesmo são os 14 primeiros. Ele é um número de fábricae começa com a numeração 35, com exceção do Iphone, que começa com a numeração 011 e 012”, relata.

O número do IMEI deve sempre ser guardado, para ser usado caso o seu celular seja roubado. “Quando a pessoa compra o celular, a primeira coisa que ela precisa fazer é pegar esse número e guardar. Ele vem na caixa ou ele vem no aparelho. Como muita gente joga a caixa fora, se perder o celular como vai saber esse número? Nas notas fiscais não vem. Então ele está geralmente ou na caixa ou no aparelho”, comenta Juliano.

Caso o proprietário do celular já tenha jogado fora a caixa e a nota fiscal, existe outra maneira de conseguir esse número. “Tem um comando que tem em qualquer celular que é *#06# que informa esse número para você”, ensina o empresário.

O empresário ainda alerta. “Caso o celular tenha dois chips, ele tem dois números. Caso ele tenha três chips, ele tem três números e se tem quatro chips, ele tem quatro números. Se eu perder meu celular eu preciso bloqueartodos os chips. Então quando eu compro um celular novo, eu preciso guardar o número de IMEIs de acordo com a quantidade de chips existentes no meu celular”, diz.

Caso bloqueie somente um chip, a pessoa que roubou o celular poderá usar os outros acessos. “Eu bloqueei o IMEI número um. O cara que pegou simplesmente coloca no chip dois e ele vai usar normalmente. Por isso a pessoa que comprar um celular deve abrir o comando, abre os chips que tiver, anota e guarda. É a primeira coisa que se deve fazer”, frisa Juliano.

Bloqueio

A melhor maneira para a pessoa fazer o bloqueio, é fazer primeiramente um boletim de ocorrência. Ele pode ser feito pela internet ou direto em uma delegacia. Caso o dono do celular não faça o boletim de ocorrência, e tente bloquear o celular, ele ficará bloqueado apenas três dias. Após esse período, ele volta a funcionar normalmente.

Rastreio

Para evitar a perca total do aparelho, muita gente tem recorrido a aplicativos de rastreios. A polícia sempre deve ser comunicada quando o celular for encontrado.  “Nesse caso, havendo a possibilidade do rastreamento, são celulares que têm esse tipo de aplicativo que facilitam a localização. Tendo esse aplicativo e sendo viável a localização do celular, fica mais fácil a gente consegue ir ao local e buscar o celular com quer que seja. Lógico, nós não podemos imputar a essa pessoa que foi ela que cometeu o delito de furto ou roubo, mas uma análise vai ser feita e ela pode ser presa por receptação”, destaca o delegado de polícia PauloRibeiro.

Juliano Decolexplica que alguns celulares já contam com essa tecnologia, como o Iphone, que segundo ele, é o melhor nesse requisito. “O Iphone já tem o rastreio de fábrica dele mesmo. Você se cadastra no sistema dele e ele já tem como localizar. A partir do momento que ele conectou a internet, já tem como localizar. Caso o cara troque o chip e coloque um chip novo, mesmo assim,a partir do momento que conectar internet, ele vai dizer onde ele está. O Iphone é o mais seguro no mercado”, conta.

Nos celulares de outras marcas é preciso instalar um aplicativo para conseguir ter essa proteção. “Os outros têm que instalar um software rastreador. Eu aconselho o do McAfee. É um antivírus gratuito. Ele tira até foto e manda no e-mail de quem foi roubado, a localização e a foto da pessoa que está usando o celular roubado”, diz Juliano.

Muitos acreditam que usar senha no celular lhe traga segurança, caso ele seja roubado. No entanto, segundo Juliano, não é isso que acontece. “Se a pessoa que roubou o celular interceptar o aparelho, não adianta usar o aplicativo de rastreio. O único que ainda consegue é o Iphone. Eu, por exemplo, o meu celular eu uso sem senha, porque quando o cara roubaa primeira coisa que ele vai fazer é ir tirar a senha. Usando o McAfeeeu não uso mais senha, prefiro deixar desbloqueado,  assim que o cara coloca um chip novo, eu consigo rastrear ele”, explica.

Roubos em Irati

Há quem acrediteque roubos de celulares ocorrem apenas em cidades grandes, mas Juliano conta que aqui em Irati têm acontecido muito. “Todo dia chegam aqui pessoas dizendo que o celular parou de pegar área. Quando as pessoas dizem isso,nós já sabemos o que aconteceu. Ou elas dizem que esqueceram a senha. Uma coisa é esquecer senha do Google, mas do celular não. Quando a gente pede a documentação necessária para realizar o ‘conserto’ a pessoa nunca tem caixa e nota fiscal. Muitas vezes se recusa até a dar os documentos”, conta o empresário.

Juliano também fala que mesmo ele se recusando a fazer esse tipo de trabalho, tem quem faça. “Nós, quando percebemos que alguma coisa está errada, não efetuamos o serviço. Porém, aqui em Irati tem outras pessoas que fazem. Às vezes levam para outras cidades e até para o Paraguai. Lá eles fazem isso em minutos. Para se ter umaideia, o valor de uma máquina que faz esse tipo de serviço custa em torno de R$ 1.500,00 na internet. É muito barato. Isso faz despertar o interesse de gente desonesta”, comenta.

Dúvidas

O que fazer em caso de roubo? Registre um boletim de ocorrência e leve o número do IMEI, nota fiscal e caixinha do celular. Se tiver aplicativo de rastreio, conte à polícia.

Como conseguir o número do IMEI? Digite *#06# e anote o número. Guarde em local seguro.

Como comprar celular com segurança na internet? Procure lojas confiáveis. Em grupos de redes sociais, sempre peça a nota fiscal do produto.

Texto: Silmara Andrade

Foto: Arquivo/Hoje Centro Sul

 

Galeria de Fotos