facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1101 - Já nas bancas!
05/02/2018

Irati irá identificar limites territoriais em estradas do interior

Após levantamento, concluiu-se que 90% dos limites de município não estão devidamente identificados.

Irati irá identificar limites territoriais em estradas do interior

A Prefeitura de Irati concluiu trabalho de caracterização de suas áreas situadas sob limite territorial de municípios. O processo tem como finalidade obter um banco de dados preciso, que possibilite reconhecer todos os limites territoriais, ou seja, ter conhecimento exato de onde acaba a área pertencente à Irati e onde inicia a de outro município.

Entre outros motivos, a medida quer buscar uma adequação dos moradores destas regiões com relação às suas situações cadastrais, e estabelecer a real responsabilidade com relação à manutenção de estradas e áreas rurais de todo o interior.

Com base nisso, desde setembro do ano passado, a Secretaria de Agricultura de Irati se encarregou da tarefa. O engenheiro florestal Juliano Bernardes, responsável técnico pelo trabalho, utilizou dados atualizados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) como base dos limites territoriais do município de Irati e seus confrontantes: Imbituva, Prudentópolis, Guarapuava, Inácio Martins, Rio Azul, Rebouças e Fernandes Pinheiro.

1.740 km percorridos

Os pontos onde as estradas rurais cruzam este limite de território foram identificados através de imagens de satélite, totalizando 71 locais. Estes locais foram posteriormente visitados a campo, com o auxílio de um GPS, e demarcados individualmente. Famílias e proprietários situados aos redores destes pontos foram comunicados do levantamento.

Ao concluir a visita a todos os pontos limítrofes, totalizou se 1.740 km percorrendo estradas do interior. Também se chegou à conclusão de que 90% dos limites de município não estão devidamente identificados e grande divergência entre a população em reconhecê-los.

A próxima etapa será a instalação de placas padrão, medindo 1,40m por 70cm, indicando a divisa entre os respectivos municípios confrontantes, identificando cada local, nas duas direções da estrada. A colaboração dos moradores para o zelo das mesmas será fundamental, considerando-se que este trabalho é em prol da própria população.

Ferramenta para o município

“Acredito que este trabalho possibilitou uma identificação concreta dos nossos limites territoriais e possibilitará uma ferramenta prática para futuros trabalhos em cima dessas áreas, as quais segundo os próprios moradores relataram, geram dúvidas nos momentos de solicitar algum auxílio ou prestação de serviços” relatou Bernardes.

“Este levantamento e identificação com placas entre os limites do nosso município, possibilita um trabalho posterior com mais qualidade, por exemplo, no atendimento da conservação das estradas rurais, restringe a evasão de arrecadação. Além disso, auxilia as demais secretarias, como as secretarias municipais de Saúde e Assistência Social, em seus cadastramentos” explicou o secretário de Agricultura de Irati, Raimundo Gnatkowski.

O prefeito Jorge Derbli acompanhou todo o processo de identificação dos limites municipais através de aplicativos de visualização por satélite, abastecidos com o banco de dados criado pelo responsável técnico pelo levantamento e identificação dos pontos. Segundo Derbli, todo o material de identificação dos limites entre Irati e o município vizinho, nas estradas, será custeado com recursos iratienses. “Tendo estes pontos claramente estabelecidos e de fácil visualização, tanto as prefeituras como os moradores nestas regiões saberão onde termina e onde começa a responsabilidade de cada município”.

A previsão é de que ainda no primeiro semestre deste ano todos os 71 limites entre Irati e os municípios vizinhos estejam devidamente identificados.

Texto/Foto: Assessoria PMI