facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1087 - Já nas bancas!
01/02/2018

Expectativa positiva

Expectativa positiva

A notícia é boa para quem iniciou o ano buscando uma colocação no mercado de trabalho. Dados da agência do Trabalhador de Irati mostram que mais de mil vagas de empregos foram criadas no ano passado em Irati. Pelo terceiro ano seguido, o município viu a quantidade de vagas aumentarem.

Entre os responsáveis estão o setor industrial e o setor agropecuário, que alavancaram as vagas no município. Os dados incluem as vagas temporárias, principalmente das colheitas de safras, que abriram diversas vagas no início deste ano.

Contudo, apesar do aumento seguido de vagas de emprego em Irati, o número não é suficiente para a quantidade de pessoas que procuram uma colocação. Somente pessoas que fizeram a carteira de trabalho pela primeira vez somam mais de mil atendimentos, enquanto que mais de três mil seguros-desemprego foram emitidos no ano passado (número inclui também atendimentos a moradoresde outros municípios).

O contexto local não é diferente do contexto nacional, que viu os índices de desemprego diminuírem no ano passado, indo de 12,2% para 12%. No entanto, os dados do IBGE, que acompanha a questão do desemprego no país, têm recebido múltiplas interpretações: há quem comemore a diminuição, há quem diga que voltamos ao mesmo status do fim do ano retrasado e há quem diga que os números, comparados aos de antes da crise, continuam ruins.

O que é possível perceber é que mesmo com crescimentos tímidos, as instituições públicas começam a demonstrar uma expectativa positiva em relação à questão. Ao mesmo tempo, também vemos essa expectativa positiva aparecer entre os empresários, que começam a oferecer mais vagas.

Por isso, esse é um momento chave para os municípios, não só para atrair investimentos, como também para mostrar suas potencialidades. Muitos prefeitos inclusive já estão fazendo isto desde o início das suas gestões, no ano passado.

Contudo, existe a tensão motivada pelas incertezas predominam no processo eleitoral deste ano, o que exige não só atenção por parte de gestores municipais, mas também planejamento. Os gestores têm o desafio procurar investimentos que darão boas oportunidades aos munícipes, mas precisam estar atentos para evitar que a criação de uma oportunidade, vire um problema para o município futuramente.