facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1048 - Já nas bancas!
29/01/2018

Oportunidades de estudo

Oportunidades de estudo

Nos anos 90, fazer uma faculdade era difícil ou quase impossível para grande parte da população brasileira, formada porpessoasque não tem elevado poder aquisitivo. Uma faculdade particular era apenas para a elite, pois além de pagar os livros necessários para o curso, o estudante ou sua família tinha que pagar as mensalidades que, muitas vezes,possuíam um valor absurdo – o que ainda acontece.

Além de o salário ser baixo e o custo de uma faculdade ser alto, as vagas em universidades públicas eram poucas. Apenas os alunos-destaqueconseguiam a tão sonhada faculdade. Quem era aluno mediano nem se arriscava a tentar. O lema era simples: fazer o primário, o ensino fundamental, o ensino médio e, por fim, um curso de datilografia. Depois, torcer para conseguir um bom emprego, já que um dos cursos mais exigidos era o de datilografia. Quem tinha uma faculdade naquela época era um profissional que se diferenciava das demais pessoas onde vivia.A falta de oportunidades fazia com que muitos não acreditassem que poderiamcursar um dia o ensino superior.

O tempo passou e as oportunidades começaram a aparecer. Ao invés de terminar o ensino médio e procurar um emprego, os alunos estão saindo em busca de profissões que sejam rentáveis financeiramente, ou aquelas que são capazes de realizar sonhos.

Diferente do passado, o aluno não precisa ter um alto rendimento para ter acesso ao ensino superior. O aluno de escola pública, por exemplo, que não teve a chance de fazer um cursinho ou de receber uma educação mais avançada, também tem a oportunidade de ter um diploma.

O estudante pode buscar meios para obter o crescimento profissional e cursar a faculdade que desejar, sabe por quê? Porque novas faculdades foram abertas, novas vagas foram disponibilizadas, e centenas de bolsas estão disponíveis. Basta o aluno querer, se dedicar e correr atrás do que quer. Falta de dinheiro não é mais desculpa para não estudar.

Mas, por incrível que pareça, muitas pessoas ainda desconhecem as tantas possibilidades que temos para ingressar em uma faculdade. Desconhecem as bolsas propostas pelo governo ou os financiamentos, muitas vezes com juro zero, sendo pagos somente depois que o aluno se formar.

Isso não acontece apenas por falta de informação. Isso acontece por falta de interesse de muitas pessoas, principalmente de alguns jovens. É necessário que os pais fiquem de olhos bem abertos a essas oportunidades, instruindo assim seus filhos a tomarem a melhor decisão para o futuro.

Não são apenas os jovens que precisam ficar atentos. Nunca é tarde para estudar, nunca é tarde para aprender algo novo. Quer trocar de profissão? Quer ganhar melhor? Não importa se você tem 30, 40, 50 anos, as bolsas de estudos estão disponíveis também para vocês, basta querer! Comece fazendo o Enem!