facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1063 - Já nas bancas!
18/12/2017

13 famílias rurais de Irati recebem novas casas

13 famílias rurais de Irati recebem novas casas

Na tarde desta quinta-feira (14), 13 famílias iratienses receberam oficialmente suas casas, provenientes do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) Minha Casa Minha Vida. As casas foram entregues simbolicamente em uma cerimônia realizada no Caratuva 2.

As residências foram viabilizadas com recursos do Governo Federal, através do Ministério das Cidades, por meio de financiamento pelo Banco do Brasil. O processo de andamento da obra foi acompanhado pela Cohapar, sendo a Prefeitura de Irati responsável pelo suporte à documentação e medição da obra.

A cerimônia foi realizada na residência de Arlete Maria Sidoski Cordeiro, que junto a seu marido Antônio, morou durante 20 anos em uma casa de madeira. O prefeito Jorge Derbli conferiu o resultado da nova casa. “É uma casa que com certeza que vai ser um lar muito para este casal de agricultor que há muito tempo esperava. Quero agradecer ao Governo do Estado do Paraná, Cohapar, Banco do Brasil para tudo acontecesse”, disse.

As casas são de acordo com projeto padrão em torno de 43 metros quadrados, que visam possibilitar ao agricultor familiar, trabalhador rural e comunidades tradicionais o acesso à moradia digna no campo, através da construção de uma nova casa ou reforma, ampliação e conclusão de uma existente. ​

Foram beneficiadas as famílias de Antônio João Fiori, de Papuã dos Fiori, Edineia Cristina Iaguela, de Guamirim, Eduardo Paduch, de Linha 13 de Gonçalves Junior, João Pusczynski, de Cerro do Canhadão, José Fernandes Braga Neto, de Pinho de Baixo, José Tadeu Brochoski, de Pirapó, Leonira Fernandes de Oliveira e Pedro Teleginski, de Caratuva 1, Marilda Kanarski, de Faxinal do Rio do Couro, Mário Guardacheski Primo, de Riozinho dos Anciuti, Osvaldir Antonio Sampaio, de São Miguel, Roberto Carlos dos Santos, de Arroio Grande, e Arlete Maria Sidoski Cordeiro, de Caratuva 2.

Programa

Para estar apto ao programa, há limites de renda. Para agricultor familiar, a renda familiar máxima é de R$ 17 mil ao ano, considerado o valor total da renda rebatida indicada na DAP. Para trabalhador rural, a renda familiar máxima é de R$ 17 mil ao ano, considerando a renda comprovada por carteira de trabalho e os três últimos contracheques, ou contrato de trabalho, ou declaração em papel timbrado do empregador com firma reconhecida em cartório, ou comprovante de proventos do INSS, se aposentado de caráter permanente.

O PNHR – Programa Nacional de Habitação Rural​ - foi criado pelo Governo Federal, no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, através da Lei 11.977/2009.

Em Irati, maiores informações podem ser obtidas através do telefone 3132 6172.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações assessoria

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos