facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1041 - Já nas bancas!
18/12/2017

Câmara Municipal de Rebouças elege nova Mesa Diretora

Ao deixar o cargo, Ricardo Hirt Júnior fez um balanço dos três anos em que esteve à frente da presidência da Câmara, período em que a economia realizada foi de R$901.848,92

Câmara Municipal de Rebouças elege nova Mesa Diretora

Nesta semana, a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Rebouças marcou a última sessão ordinária de 2017. Na noite de terça-feira (12), o vereador Alessandro LuisMazur (PMB) foi eleito presidente, a vereadora Daniele da Conceição Andrade (Rede) é a nova vice-presidente, Ricardo Carlos Hirt Junior assumiu o cargo de 1º secretário e Roberto Tulio (PROS) assumiu como 2º secretário. O mandato é de um ano.

“Vamos trabalhar em parceria com o Executivo. Vamos tentar estreitar as conversas para que possamos ajudar da melhor forma possível o prefeito e, dessa forma, também tentando intervir com ele para que possamos atender aos pedidos de todos os vereadores. Nossa intenção é fazer com que a cidade progrida cada vez mais”, disse o novo presidente Alessandro Mazur.

Ao deixar a presidência, Ricardo HirtJúnior comenta o trabalho desenvolvido em 2017. “Foram formalizados 547 requerimentos, apresentados 30 projetos de lei do Legislativo e seis anteprojetos”, disse. Ele ainda citou quantos requerimentos e projetos cada vereador apresentou neste ano e disse que deverão ser devolvidos ao Executivo mais R$ 100 mil neste final de ano. Com isso, em2017 a economia será de aproximadamente R$ 450 mil.

Economia

Durante três anos, Ricardo Hirt Júnior ocupou o cargo de presidente da Câmara Municipal de Rebouças. Ao deixar o cargo, ele fez um balanço dos três anos em que esteve à frente do Legislativo.  Ele destaca que foram 1.095 dias no cargo, período em que participou de 520 sessões ordinárias e 250 extraordinárias. Neste período, R$901.848,92 foi a economia total realizada pelo Legislativo – valores do orçamento que a Câmara Municipal poderia utilizar, mas optou devolver ao Executivo para custear ações e projetos. 

“Ao final de cada ano os vereadores, junto com essa presidência, indicaram entidades sociais e filantrópicas para serem contempladas com esses recursos”, lembra Ricardo HirtJúnior. Algumas das entidades já contempladas foram: Pastoral da Criança, Instituto Filadelfia, Hospital, CTA, APAE e Associações de Moradores de Comunidades do interior. Parte do montante devolvido ao Executivo também foi utilizado para compra de remédios para a Secretaria de Saúde, melhorias em estradas e pagamentosde servidores, que estavam atrasados.

“Durante minha presidência, foram duas gestões em que, independente do chefe do Poder Executivo, nos empenhamos para viabilizar recursos a todos aqueles órgãos e entidades que atendem a nossa população”, destacou o ex-presidente. Ele ainda cita o apoio ao Movimento Tradicionalista, com a aprovação da Lei de incentivo à realização de rodeios no CTG, bem como o apoio ao esporte - futebol de salão, handebol e futebol de campo em todas as categorias.

Outras ações

Outras ações realizadas no período de presidência de Ricardo Hirt Júnior foram dezenas de reuniões com classes, seja de funcionários;moradores de bairros do município; Hospital Dona Darcy Vargas, que passou por extremas dificuldades; secretariado para sanar problemas que vieram surgindo no município; solução com o Conselho Municipal de Trânsito que deverão ser implementados no próximo ano; trabalho intensivo na regularização de imóveis urbanos (loteamentos).

Outra bandeira do presidente foi diversificar as Sessões da Câmara, fazendo itinerantes no interior do município, trazendo todos os jovens para a Câmara trabalhando o tema de educação fiscal. 

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Assessoria CMR

Galeria de Fotos