facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1050 - Já nas bancas!
15/12/2017

Unidades de Saúde da região recebem certificação de qualidade

Equipes de unidades básicas de saúde dos municípios de Fernandes Pinheiro, Inácio Martins, Rebouças, Imbituva e Mallet receberam o Selo Bronze de Qualidade

Unidades de Saúde da região recebem certificação de qualidade

Onze unidades básicas de saúde de cinco municípios da 4ª Regional de Saúde receberam na manhã desta terça-feira (12) o Selo Bronze de Qualidade, uma certificação da Secretaria Estadual de Saúde às equipes de Saúde em Família que conseguiram alcançar os 105 itens exigidos nesta etapa.

Fernandes Pinheiro, Inácio Martins, Rebouças, Imbituva e Mallet foram os municípios com unidades certificadas. As unidades certificadas participam voluntariamente da tutoria do Programa de Qualificação da Atenção Primária (Apsus).

A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no auditório Denise Stoklos, na Unicentro, com a presença do secretário de Estado de Saúde Micheli Caputo Neto.

O secretário destacou que o trabalho na unidade básica ajuda a desenvolver a saúde pública dos municípios. “É a forma de fazer a verdadeira transformação. Organizar toda a linha de cuidado, trazer economicidade para o sistema, trazer o resultado, o bom trabalho materno e infantil, com o idoso, trabalho de diabetes, hipertensão, cuidando da segurança do processo, integrando a saúde bucal, a parte da enfermagem, a parte do papel dos médicos, o trabalho dos agentes comunitários, todos eles voltados para um planejamento ascendente, com território, trabalhando famílias, identificando situações que precisam ser priorizadas. É dessa forma que a gente transforma e avança ainda mais”, disse.

Caputo Neto também lembrou que a atenção dada à saúde básica no estado é pioneira no país e que ajuda em melhores números dos indicadores de saúde. “Se fala muito de hospitais, de equipamentos, de transporte, isso de fato tem muito peso na saúde das pessoas, mas a verdadeira mudança nos indicadores de saúde, a verdadeira transformação humanitário e de recursos  - porque a saúde não tem preço, mas tem custo-, é organizar a saúde pela base do sistema”, afirmou.

O secretário também destacou para a necessidade da continuação do programa, de forma que se qualifique ainda mais as unidades de saúde. “Esse é um processo de adesão. Não obrigamos e nem condicionamos, mas temos cerca de 2.700 unidades de saúde no Paraná, dessas quase mil aceitaram o desafio. Dessas mil, quase 400 já foram certificadas. Nesse ano, nós temos mais 20 a 30 unidades que também terão essa certificação. Mas com certeza continua ano que vem”, disse.

A diretora da 4ª Regional de Saúde, Jussara Kublinski, destaca que o selo é um meio de garantir um melhor atendimento na saúde pública. “Essa qualificação é para melhoria dos atendimentos aos munícipes. Ele está incluindo no programa Apsus, que é um incentivo que vem para os municípios para essa qualificação. A gente está muito feliz com isso porque a qualidade irá melhorar muito para a população”, disse.

Durante a cerimônia, Inácio Martins recebeu um detector fetal novo através de um sorteio entre os municípios com unidade certificada. Outros municípios da 4ª Regional também receberão um kit de instrumentos.

Presenças

Além do secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto e da diretora da 4ª Regional de Saúde, Jussara Kublinski, também estiveram presentes no evento o prefeito de Inácio Martins e presidente da Amcespar, Junior Benato, o prefeito de Irati Jorge Derbli, o vice-diretor da Unicentro, campus Irati, Erivelton Fontana de Laat, o superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde, Juliano Schmidt Gevaerd e a presidente do Conselho Regional dos Secretários Municipais de Saúde e secretária de Saúde de Fernandes Pinheiro, Albani Fontoura.

O evento também contou com a presença dos prefeitos de Mallet, Moacir Alfredo Szinzelski, de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, de Rebouças, Luiz Zak, e de Rio Azul, Rodrigo Solda, além de demais autoridades, convidados e imprensa.

Unidades certificadas

Equipe da Unidade de Saúde da Família Lucimara dos Santos de Angaí, em Fernandes Pinheiro

Equipe do Centro de Saúde da Família de Fernandes Pinheiro

Equipe de Saúde da Família Dioneia Pereira Manosso Correa, de Imbituva

Equipe de Saúde da Família de Lontrão, de Imbituva

Equipe de Saúde da Família Jardim Tangará, de Imbituva

Equipe da Unidade de Atenção Primária Saúde da Família de Inácio Martins

Equipe de Saúde da Família de Dorizon de Mallet

Equipe do Centro de Saúde da Família de Rebouças

Equipe de Saúde da Família da Vila Operária de Rebouças

Equipe de Saúde da Família de Barra dos Andrades, de Rebouças

Equipe de Saúde da Família do Marmeleiro, de Rebouças

Selo Bronze

O Selo Bronze é um dos três certificados de qualidade entregues às unidades básicas de saúde que melhoraram o desenvolvimento, após a tutoria do Programa de Qualificação da Atenção Primária (Apsus). O Apsus é um programa de adesão voluntária dos municípios que recebem suporte para melhorar o atendimento nas unidades básicas.

Para receber o Selo Bronze, as unidades de saúde devem cumprir os 105 itens exigidos pela Secretaria Estadual de Saúde. Gestão, limpeza e estrutura do posto de saúde para o atendimento são alguns dos itens avaliados, bem como trabalhos com prevenção com pacientes, mecanismos para ouvir opiniões em relação à unidade de saúde, entre outros. Os itens são avaliados por uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde que visitam as unidades.

Além do Selo Bronze, as unidades de saúde podem receber o Selo Prata, que aumenta a exigência de itens para 108 itens, ou o Selo Ouro, que exige o cumprimento de 124 itens.

Texto/Fotos: Karin Franco/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos