facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1010 - Já nas bancas!
01/12/2017

Pontos de ônibus e calçamentos têm recebido investimentos em Irati

Pontos de ônibus e calçamentos têm recebido investimentos em Irati

A Prefeitura de Irati tem realizado um trabalho constante no que diz respeito às calçadas e pontos de ônibus da cidade.

Em relação aos pontos de ônibus, tanto no interior quanto na área urbana, tem sido dada atenção, visando melhorar as condições de uso por parte do público que depende do transporte coletivo em Irati ou do roteiro do transporte escolar.

Desde o início do ano já foram recuperados e reformados 26 pontos de ônibus nos bairros Vila São João, Engenheiro Gutierrez, Riozinho, Jardim Aeroporto, Jardim América e Nhapindazal.

No interior foram instalados 16 pontos novos pontos nas comunidades de Linha Ordenança, Gonçalves Junior, Caratuva, Coxinhos e Gato Preto.

Tanto a Secretaria de Serviços Urbanos como a Secretaria de Serviços Rurais mantêm controle do estado de conservação destes locais, e avaliam quando há necessidade de manutenção, agendando o serviço e programando a disponibilidade financeira para o mesmo.

Entre cidade e interior, o município de Irati possui aproximadamente 150 pontos de ônibus que passam regularmente por vistoria dos encarregados, e continuamente é atualizada a planilha dos serviços necessários a serem realizados.

Calçamentos

Equipes das secretarias municipais de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo e de Serviços Urbanos, entre outras agendas permanentes, também mantêm constante acompanhamento dos serviços necessários e das demandas urgentes relacionados aos passeios no centro e bairros de Irati.

Desde o início do ano e até o final do mês passado, entre reparos e manutenção, já foram executados aproximadamente 900 metros quadrados de passeios com diferentes materiais na cidade. Os tipos de calçamento mais comuns são os de lousas de pedra, petit pavê, e o mais moderno, o paver.

A manutenção é feita de forma contínua, pois há muitos pontos na área urbana que estão com os passeios degradados e isso é uma dificuldade maior para pessoas idosas ou portadoras de necessidades especiais.

Sempre que possível, é feita a opção pela utilização do paver, substituindo as pedras ou mesmo o piso asfáltico, que algumas vezes é utilizado. As peças deste tipo de piso se interligam, calcando as camadas de areia e formando uma superfície uniforme e firme.

É um piso sustentável que, por apresentar fissuras entre as peças, permite que a água seja absorvida no solo e não danifique as estruturas. Além do aspecto ecologicamente correto, permite ser retirado sem perdas, caso haja necessidade de manutenção de tubulações ou outro tipo de serviço embaixo dele, e posteriormente recolocado.

Texto/Foto: Assessoria PMI