facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
30/10/2017

Deputados rejeitam pedido de investigação contra Temer

Deputados rejeitam pedido de investigação contra Temer

Na noite de quarta-feira (25), os deputados federais rejeitaram o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral). Foram 251 votos contrários à autorização para investigação, 233 votos favoráveis e duas abstenções. Ainda 25 deputados não compareceram para votar.

Todos os 30 deputados que representam o Paraná compareceram para votar. Destes, 18 votaram sim ao parecer apresentado pelo relator, deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomendou que a Câmara não autorizasse a investigação do presidente e dos ministros pelo Supremo Tribunal Federal. Os outros 12 deputados votaram não ao parecer, ou seja, queriam a investigação de Temer e dos ministros.  Relembre os deputados que foram mais votados na região Centro Sul e como se posicionaram todos os representantes paranaenses. 

Disputa pelo quórum

Durante os últimos dias, a oposição ao governo Temer, ciente que não teria os 342 votos necessários para autorizar as investigações, trabalhou intensamente para impedir que os deputados comparecessem à sessão. Isso porque o regimento interno da Câmara estabelece que a votação só poderia ser iniciada com a presença mínima de dois terços dos deputados em plenário. Com isso, os oposicionistas pretendiam adiar a votação e, assim, prolongar o desgaste do governo. Os partidos de oposição chegaram a fechar acordo para que poucos deputados usassem a palavra e com isso não se alcançasse o quórum necessário para iniciar a sessão. 

Reagindo à tática da oposição, a base aliada e o próprio presidente da República passaram a acionar deputados da base, mesmo os que votariam contra o governo, para marcarem presença na sessão. Os governistas estavam confiantes de que alcançariam o número mínimo de presentes e também os 172 votos necessários para impedir o início da investigação.

Representantes da região Centro Sul

Nos municípios que fazem parte da região Centro Sul do Paraná, os deputados federais  que tiveram o maior número de votos foram: 

Sandro Alex (PSD)

Roman (PSD)

Leandre (PV)

Reinhold Stephanes  (PSD)

Sperafico (PP)

Assis do Couco  (PDT)

Takaiama (PSC)

Joao Arruda (PMDB)

Sergio Souza (PMDB)

Aliel machado (REDE)

Nelson Meurer (PP)

Toninho Wandscheer (PROS)

Como os deputados se posicionaram

Pelo arquivamento da denúncia contra Temer

Alex Canziani (PTB) - SIM

Alfredo Kaefer (PSL) - SIM

Dilceu Sperafico (PP) - SIM

Edmar Arruda (PSD) - SIM

Evandro Roman (PSD) - SIM

Giacobo (PR) - SIM

Hermes Parcianello (PMDB) - SIM

João Arruda (PMDB) - SIM

Luiz Carlos Hauly (PSDB) - SIM

Luiz Nishimori (PR)- SIM

Nelson Meurer (PP) - SIM

Nelson Padovani (PSDB) - SIM

Osmar Bertoldi (DEM) – SIM

Osmar Serraglio (PMDB) – SIM

Reinhold Stephanes (PSD)  - SIM 

Sergio Souza (PMDB) - SIM

Takayama (PSC) - SIM

Toninho Wandscheer (PROS) - SIM

Pela investigação do presidente Temer

Aliel Machado (REDE) - NÃO

Assis do Couto (PDT) - NÃO

Christiane de Souza Yared (PR) - NÃO

Delegado Francischini (SD) - NÃO

Diego Garcia (PHS) - NÃO

Enio Verri (PT) - NÃO

Leandre (PV) – NÃO

Luciano Ducci (PSB) – NÃO

Leopoldo Meyer (PSB) - NÃO

Rubens Bueno (PPS) - NÃO

Sandro Alex (PSD) - NÃO

Zeca Dirceu (PT) - NÃO

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações Agência Brasil e Agência Câmara

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil