facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
25/10/2017

Força do agronegócio é enfatizada por Ratinho Júnior em evento em Ponta Grossa

O potencial do Paraná em produzir alimentos para o mundo foi defendido pelo pré-candidato do PSD a governador durante o evento Espaço Democrático, que reuniu mais de mil pessoas para debater o futuro do Estado

Força do agronegócio é enfatizada por Ratinho Júnior em evento em Ponta Grossa

O pré-candidato do PSD a governador do Paraná, Ratinho Junior, esteve em Ponta Grossa na noite da última sexta-feira (18), quando participou de um encontro regional que reuniu mais de mil pessoas no auditório do Hotel Bourbon para debater políticas públicas para o Estado. Participaram do evento, denominado Espaço Democrático, lideranças políticas do PSD e do PSC, além de membros de outros partidos, e integrantes da sociedade civil organizada.

Da região Centro Sul estiveram presentes os prefeitos de Teixeira Soares, Lula Thomaz; de Mallet, Moacir Szinvelski; e de Imbituva, Bertoldo Rover;  além da vice-prefeita de Teixeira Soares, Juliana Belinoski, de vários vereadores, deputados e ex-deputados. Também, da região Sul, o prefeito de Paulo Frontin, Sebastião Elias. A sociedade civil organizada foi representada por representantes de vários segmentos, como o setor produtivo, agronegócio, serviços e comércio, indústrias, comunidade acadêmica e entidades.

“O PSD quer ouvir as pessoas, o que pensam para o nosso Estado, e não apenas tomar decisões internas do partido. Através de pensamentos de vários segmentos, principalmente, dando voz ao interior do Paraná, é que conseguiremos construir um projeto viável para que o nosso Estado continue crescendo”, explica o presidente do partido, deputado federal Sandro Alex, comentando que os eventos para o debate sobre as demandas dos paranaenses têm ocorrido em todas as regiões do Estado.

Ratinho Júnior cita que os moradores das 18 microrregiões do Paraná serão ouvidos pelo PSD através do Espaço Democrático e afirma que buscar o desenvolvimento pleno do Estado, buscando superar a situação de pobreza existente em algumas áreas será sua grande bandeira.

“Eu vejo que a principal bandeira é acabar com alguns bolsões de pobreza que ainda existem no Estado, lamentavelmente. Isso só se faz com geração de empregos, com desenvolvimento regional. E é por isto que nós estamos ouvindo cada região. Porque uma coisa é o agronegócio da região de Ponta Grossa, outra é o desenvolvimento do Norte Pioneiro, que tem outra vocação e assim por diante. Então, entendendo a vocação de cada região, fica mais fácil de você levar os investimentos”, frisa o pré-candidato. 

Em seu discurso, ele enfatizou o potencial do Paraná em produzir alimentos. Argumentou que o Estado é o maior produtor de grãos do Brasil, tem a segunda maior bacia leiteira, é o segundo maior exportador de carne suína e o quarto produtor de carne bovina do país.  “Então, nós temos uma capacidade de produzir alimentos para o mundo, que outra terra não tem”, disse Ratinho Júnior.

O pré-candidato defende que as vocações regionais, ligadas ao agronegócio, precisam de planejamento governamental a médio e longo prazo. Cita a importância de o Estado auxiliar na implementação de novas tecnologias aliadas, sobretudo, à produção de comida para o mundo. Também comenta a viabilidade do investimento público na promoção do segmento de turismo, além de outras questões.

Ainda fizeram parte do debate do Espaço Democrático em Ponta Grossa temas como a força do cooperativismo, mobilidade urbana, saúde, infraestrutura e educação, dentre outros.  

Texto: Letícia Torres/Hoje Centro Sul  

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul  

Galeria de Fotos