facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 998 - Já nas bancas!
18/09/2017

Prefeitura está construindo duas salas de aula em Itapará

Por falta de espaço adequado, Escola Rural Municipal São Miguel do Itapará está usando barracão para atender turmas

Prefeitura está construindo duas salas de aula em Itapará

Desde o fim do mês de julho, o município está realizando a construção de duas novas salas de aula na Escola Rural Municipal São Miguel do Itapará. A obra é realizada com recursos próprios e está 50% concluída. A previsão é de que as salas sejam entregues em dezembro para serem utilizadas a partir do ano letivo de 2018.

“Desde 2008, quando a Irmã Ana era diretora da escola, a comunidade fazia pedidos de melhorias para a escola. Foram feitas duas alas, mas nossa demanda aumentou. Os pais sempre vinham nos perguntar quando seriam construídas as salas e, agora, a obra está saindo rapidamente”, contou a Irmã Lourdes Holodiuski, diretora da escola desde 2013.

As obras das salas iniciaram em 28 de julho. “A construção tem 110 m² com um investimento de R$130 mil com recursos próprios do município. A escola recebe alunos de toda a região e não tem salas suficientes para todas as atividades. Esta obra vai suprir as necessidades dos alunos para terem um local adequado para os estudos”, explicou o secretário de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Dagoberto Waidzyk, que destaca a sensibilidade do prefeito Jorge Derbli em atender o distrito do Itapará neste primeiro ano de governo.

Barracão sem condições de estudo

A escola do Itapará também tem turmas do 5º ao 9º ano do ensino fundamental e ensino médio. São 101 alunos do município e 115 do estado nos períodos da manhã e tarde. “Como todas as salas estão ocupadas, 56 alunos estudam neste barracão, que é usado para as turmas do Pré I e II e para o projeto Mais Educação”, esclarece Irmã Lourdes. São atendidos alunos das comunidades de Linha E, Iratizinho, Água Mineral, Linha B, Pinheiro Machado, Linha F, Campina Branca, Vista Alegre e Faxinal dos Antonios.

Como o barracão é um espaço inadequado para as aulas, as crianças sofrem com todos os tipos de condições climáticas. “Quando chove, temos infiltração. No período do inverno, venta para todo o lado e, já no verão, é muito quente”, descreve a diretora. Além das aulas, o barracão também abriga o depósito de materiais da escola, reuniões e trabalhos dos alunos.

“Há muito tempo, a comunidade estava almejando e insistindo para que fossem construídas as salas para os alunos saírem do barracão. A obra vai atender tanto o município quanto o estado. Estamos com um amplo projeto desde o início do ano para atender as necessidades de todas as escolas. Muitas já foram atendidas com troca de telhado e piso e reformas na cozinha, por exemplo. E, neste trabalho, as escolas do interior estão recebendo melhorias, como o Itapará, que tinha esta prioridade”, destacou a secretária de Educação de Irati, Rita de Cássia Almeida.

Prefeitura quer melhorar área escolar

Futuramente, o município tem outros planos para a escola do Itapará. “Queremos ainda construir uma área de lazer, recreação para as crianças, ocupando mais uma área do terreno da escola. A quadra de esportes, que está muito deteriorada e até perigosa, também vai receber reformas”, adianta Waidzyk.

Texto/Fotos: Assessoria PMI

Galeria de Fotos