facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
11/09/2017

Editorial - Informação e turismo

Editorial - Informação e turismo

É de conhecimento de todos que a região Centro Sul é repleta de bonitas paisagens e que possui um grande potencial turístico no Paraná. Gestores da região já sabem disso e apostam neste setor para alavancar o desenvolvimento econômico dos municípios.

O estado do Paraná também está de olho neste setor e para os benefícios que ele pode trazer à economia das quatorze regiões turísticas do estado. Tanto que através da Paraná Turismo foi dado mais um passo para promover o turismo na região: o lançamento do Passaporte Turístico – Vitrine da Regionalização.

O Passaporte Turístico é uma pequena revista com as principais atrações de várias cidades paranaenses como Prudentópolis, Irati e União da Vitória. A proposta é que ele seja disponibilizado aos turistas nas cidades em que visitam e que possa trazer mais visibilidade ao turismo paranaense.

Ao mesmo tempo em que é uma ação simples, o ato de lançar este informativo é essencial para promover o turismo da região.

Duas ações são necessárias para que este setor se desenvolva: investimentos em infraestrutura e divulgação. O primeiro ato diversos gestores já estão encaminhando projetos e realizando obras para começar a preparar os municípios para a chegada dos turistas. Mas é necessário mais divulgação para que os turistas possam ter conhecimento do que é possível encontrar na região.

É preciso mostrar como chegar aos lugares, disponibilizar mapas atuais, criar sinalização que chame atenção de quem passa pelas rodovias, disponibilizar centro de informações turísticas de fácil acesso e possibilitar que muitas dessas informações apareçam de forma facilitada ao turista.  Apesar de um site reunindo diversas atrações ajude nesta informação, como deverá ser criado junto ao projeto Passaporte Turístico – Vitrine da Regionalização, o próprio site das prefeituras pode contar com espaços específicos para quem deseja conhecer as cidades. Informações de onde encontrar guias capacitados para orientar e facilitar a visitação de atrativos turísticos naturais, como as cachoeiras de Prudentópolis, também seria uma boa ideia.  

Enfim, além dos investimentos nos municípios, é preciso conseguir mostrá-los aos turistas para que este setor possa contribuir positivamente à região.