facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
28/08/2017

Dragagem no Rio das Antas contribui em períodos de chuva

Dragagem no Rio das Antas contribui em períodos de chuva

O trecho do Rio das Antas que já recebeu dragagem vem contribuindo para diminuir o risco de alagamentos no centro da cidade. Até o momento foram adequados 1.876 metros de leito e margens do rio. O total desta etapa é de 3.708 metros.

“As ações que implantamos não estão ligadas necessariamente à extensão da dragagem”, explica o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Dagoberto Waydzik, responsável pela obra, “mas a recursos de níveis que implantamos em alguns trechos, oportunizando maior vazão, em períodos de muita chuva”.

Waydzik se refere ao alargamento das margens em pontos específicos, e a criação de uma espécie de degraus que se estendem por alguns metros ao longo dela, e por onde a água do rio pode fluir, caso o volume aumente de forma expressiva.

Segundo o secretário, há muito mais ainda a ser feito em várias áreas: “nos últimos seis anos o crescimento do número de lotes através de loteamentos e desmembramentos foi de aproximadamente 16%. O número de veículos, de 2007 a 2016, quase dobrou, passando de 19.129 unidades para 34.557 unidades. No período também ocorreram alagamentos no entorno do Rio das Antas e no centro da cidade. Esses números levantados e acontecimentos apontam para necessidade de um reordenamento urbanístico”.

Texto/Foto: Assessoria PMI