facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
16/08/2017

Casa da Indústria é instituída em Irati pela Fiep para fortalecer o setor produtivo

Casa da Indústria é instituída em Irati pela Fiep para fortalecer o setor produtivo

Com o objetivo de estimular a representatividade dos sindicatos e de promover o fortalecimento e desenvolvimento das indústrias da região, foi inaugurada em Irati, na quarta-feira (09), a Casa da Indústria. Já haviam deixado de existir as coordenadorias regionais da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). As Casas da Indústria – que já eram tinha sido  institucionalmente criadas em Apucarana, Rio Negro, Ponta Grossa, Londrina, Guarapuava, Francisco Beltrão, Maringá e Cascavel – vieram para  em substituição às coordenadorias e, agora, Irati também conta com este espaço.  

“Nós tínhamos aqui, há dois anos, a Coordenadoria da Fiep e era um nome forte, representava bem a região. Com a mudança, na nova gestão , eu fico muito contente, como presidente de sindicato, de ter esse momento especial de inauguramos essa Casa, que vai atender toda a região”, destaca o presidente do Sindicato Patronal das Indústrias da Madeira de Irati,   Estanislau Fillus.

Ele ainda enfatiza o que representa a mudança para os municípios que integram a Amcespar.  “Essa nova marca ‘Casa da Indústria’, tem um nome muito forte, essa Casa da Indústria é  regional, são mais de dez municípios que ela vai estar representando”, afirmou.

Paulo Pupo, que preside o Sindicato da Indústria da Madeira de Imbituva, conclamou o poder público, representado pelo presidente da Amcespar, prefeito de Inácio Martins, Júnior Benato, e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico de Irati, Luiz Antônio Andreassa, a  motivarem os municípios a realizarem ações em parceria com a Casa da Indústria visando o desenvolvimento regional. Discurso que foi bem recebido pelas autoridades.

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo,  frisou que a Casa da Indústria é um  espaço dinâmico, de inovação. “Vários programas ou vários projetos que venham acontecer em Curitiba, Maringá ou londrina, com certeza também serão implementados em Irati, então é uma usina de projetos e ideias e uma constante inovação, porque na nossa economia a gente é  surpreendido por várias informações, com várias maneiras de atuar, então temos que nos adaptar ao meio em que estamos vivendo”, disse Campagnolo.

Participaram do evento representantes de sindicatos ligados ao Sistema S (Fiep, Sesi, Senai e IEL) de União da Vitoria, São Mateus do Sul,  Telemaco Borba, Ponta Grossa, Imbituva e Prudentópolis.  Segundo Campagnolo, o momento também foi um dos encontros regionais, onde o Sistema S aproxima-se dos presidentes de sindicato.  “Vem mostrar o que aconteceu desde o ano passado, quando a gente fez essa mesma ação e eles deram varias sugestão de melhoria de efetividade”, finaliza.

Texto: Letícia Torres

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos