facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1010 - Já nas bancas!
24/07/2017

Unicentro tem oito projetos aprovados no Edital Universal do CNPq

Unicentro tem oito projetos aprovados no Edital Universal do CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), através da Chamada Universal presta apoio financeiro a projetos de pesquisa nas diversas áreas do conhecimento. No último Edital, lançado no ano de 2016, a Unicentro teve oito projetos aprovados - seis na Faixa A (com financiamento de até R$30 mil), um na Faixa B (até R$60 mil), e um na Faixa C, que recebe até R$120 mil de financiamento).

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Unicentro, Marcos Ventura Faria lembra que o CNPq é um dos órgãos mais importantes de financiamento individual de pesquisas. “São editais bastante concorridos, a concorrência é nacional. Embora tenha um aporte de recursos bem significativo, devido ao volume de projetos há uma grande concorrência para todas as áreas”, ressalta.

Para Marcos, além do recurso financeiro, a aprovação no Edital Universal do CNPq é um reconhecimento que, de fato, qualifica o pesquisador e mostra que a universidade que tem projetos aprovados, tem docentes e pesquisadores de alto nível. “Tanto para o pesquisador, quanto para a instituição, é uma valorização e um reconhecimento pelos pares que avaliam os projetos, de que o trabalho está sendo desenvolvido com qualidade e que os resultados gerados são relevantes”, complementa.

Dos oito projetos aprovados na Unicentro, cinco são de professores lotados em departamentos pedagógicos do campus de Irati - Evandro Tambarussi, de Engenharia Florestal; Antônio João Hocayen da Silva, de Administração; Geyso Germinari, de História; Gustavo Zambenedetti, de Psicologia; e Polyana Cardoso, de Turismo. Também tiveram projetos aprovados os professores Marcos Ventura Faria e Leandro Rampim, ambos do Departamento de Agronomia, do campus Cedeteg; e do campus Santa Cruz foi aprovado o projeto do professor Marcos Roberto Kuhl, de Ciências Contábeis.

O professor Evandro, de Engenharia Florestal, é o coordenador do único projeto aprovado na Faixa C, com maior financiamento. O trabalho tem como título “Efeito do manejo da araucaria angustifolia na diversidade genética e estrutura genética espacial intrapopulacional do carvalho brasileiro (Roupala brasiliensis klotzsch) avaliados por marcadores microssatélites”.

Segundo Evandro, os recursos vão auxiliar muito no desenvolvimento da pesquisa, pois as atividades do Laboratório de Genética e Melhoramento Florestal têm custos mais altos. “A aprovação no Edital Universal vem trazer apoio financeiro para que os alunos desenvolvam suas pesquisas, mais voltadas para o projeto em si, mas que possam trabalhar e tenham flexibilidade e conforto, no caso, dinheiro para desenvolver uma pesquisa de ponta”, destaca.

O projeto de Evandro envolve pesquisadores brasileiros e de instituições do exterior, como o professor David Boshier, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, que virá para o Brasil para ministrar um curso sobre Diversidade Genética de Espécies Tropicais. “Esse pesquisador atuou por 17 anos no Panamá e foi o meu supervisor de doutorado quando eu estive na Inglaterra. Ou seja, o nosso projeto vai trazer grande visibilidade para a Unicentro como um todo, não apenas por causa da faixa em que ele foi aprovado, mas também, pela internacionalização que tem nele”, conclui Evandro.

Texto/Foto: Assessoria Unicentro