facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 991 - Já nas bancas!
03/07/2017

Fernandes Pinheiro ganhará primeira rede de esgoto

A previsão para o início das obras é para o segundo semestre deste ano

Fernandes Pinheiro ganhará primeira rede de esgoto

A cidade de Fernandes Pinheiro terá seu primeiro trecho de rede de esgoto. O pedido de saneamento foi feito pela prefeita Cleonice Schuck, no último dia 23, diretamente ao presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, que disse sim ao projeto.  A obra terá um investimento de R$ 500 mil.

A rede de esgoto será feita no conjunto Apoema e atenderá 115 famílias. Atualmente, já existem 40 casas no local e serão construídas mais 75. A previsão é que as obras da rede de esgoto comecem no segundo semestre deste ano.

A prefeita Cleonice afirma que esse é um grande passo para o município. “Para nós é de suma importância. O presidente da Sanepar já garantiu e nos deu o seu posicionamento positivo, o que para nós é uma grande realização. Será um marco histórico, porque é a primeira rede de esgoto no município de Fernandes Pinheiro”, comenta.

O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, diz que as obras irão começar em uma parte da cidade.  “Nós vamos dar inícioàs obras, não em toda, mas uma parte da cidade já será atendida com a rede de esgoto”, ressalta.

Segundo a prefeita Cleonice, há outro projeto que já foi protocolado junto a Sanepar para o saneamento em toda a cidade. No entanto, ela considerou este primeiro projeto um grande avanço.  “Será o início de um projeto que, se Deus quiser, no final dos quatros anos a gente consiga integrar com outro projeto que nós também já protocolamos na Sanepar. Mas é um primeiro passo e estamos muito felizes com essa conquista”, ressalta.

Conta de água

Mounir também falou sobre o dinheiro pago na conta de água, que ele considera um investimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “Às vezes, a população pergunta aonde vai a tarifa que eu pago à Sanepar. Nós devolvemos para a população como obras, com garantia de qualidade de abastecimento de água, água potável, como também coleta e tratamento de esgoto. Então, na realidade, quando a população paga uma tarifa na Sanepar ela está investindo na qualidade de vida dela e da família”, observa.

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul