facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 976 - Já nas bancas
05/06/2017

Espaço Canta Aí visa promover a cultura musical no campus Irati

Espaço Canta Aí visa promover a cultura musical no campus Irati

Para sair da rotina acadêmica, compartilhar momentos agradáveis e ouvir uma boa música, a comunidade do campus Irati da Unicentro, agora, conta com o Espaço Canta Aí. A iniciativa é da Divisão de Promoção Cultural (Diproc), em parceria com a Divisão de Multimeios e com o Departamento de Educação Física. Os encontros ocorrem toda quinta-feira, das 12h às 13h30, e também, das 18h às 19h30, alternadamente, no auditório Denise Stoklos ou no Centro de Convivência.

A professora Alexandra Lourenço, que está à frente da Diproc, conta que a ideia é proporcionar um espaço democrático onde acadêmicos, funcionários e docentes que gostam de cantar ou tocar algum instrumento, ou mesmo, ouvir uma boa música, possam interagir. 

Para o agente universitário, Nelson Luis Cordeiro, que toca e canta desde os 18 anos, o Canta Aí possibilita sair da rotina do trabalho e através da música, fazer novos amigos. “Você passa a vivenciar um pouco mais o ambiente universitário, e tem uma interação maior com os acadêmicos e professores. A música desperta esse entrosamento entre as pessoas”, acrescenta.

Acostumada a cantar em casa, a acadêmica de Psicologia, Ana Clara Oliveira vê no Espaço Canta Aí a oportunidade de ir treinando para se apresentar em público. “Meu irmão sempre tocava violão e eu acabei cantando para acompanhar ele, mas depois que vim para Irati fiquei um pouco afastada da música. Acho o projeto bem legal porque abre uma porta para mim que não sou acostumada a cantar em público. É algo que vamos desenvolvendo e é importante ter uma oportunidade como essa”, afirma Ana Clara.

A professora Alexandra lembra que qualquer pessoa pode participar do Canta Aí, sempre haverá um instrumento ou um músico para acompanhar. “É só chegar como numa roda de barzinho e vai conhecendo as pessoas. Se você não toca um instrumento, normalmente, vai ter um músico que pode te acompanhar, e para quem gosta de tocar vai ter o instrumento, então você vai ficar à vontade. A proposta é o pessoal democraticamente ir dividindo este espaço. E quem quiser vir também só para ouvir é muito bem-vindo, é um espaço muito agradável”, conclui Alexandra.

Texto/Foto: Assessoria Unicentro

Galeria de Fotos