facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 991 - Já nas bancas!
13/04/2017

Os diferentes sentidos da Páscoa para as pessoas

Os diferentes sentidos da Páscoa para as pessoas

A Páscoa, que será celebrada no próximo domingo (16), tem sua origem no Cristianismo, mas acabou incorporando diversas interpretações e comemorações ao longo do tempo.

Com isso, a Páscoa ganhou diversos sentidos com significados diferentes para várias pessoas. O jornal Hoje Centro Sul foi às ruas para perguntar para as pessoas o que a Páscoa significava para elas e encontrou vários desses significados.

Um dos lados é o comercial onde os ovos de páscoa são os mais lembrados. Com origem nos ovos pintados pelos povos antigos, simbolizando o nascimento, o ovo de páscoa tornou-se item obrigatório para as crianças que se animam ao ver os coloridos das embalagens.

Para trazer alegria aos pequenos, os pais encontram meios de enfrentar a crise, mas trazer um pouco dessa alegria. É o caso do motorista Adilson Nortok que contou que terá uma Páscoa um pouco mais singela, mas que encontrará um meio de presentear. “A Páscoa para nós é um dia diferente. Os filhos da gente querem chocolate, querem a cestinha, querem o coelho. A Páscoa neste ano, no caso, vai ser mais ou menos, uns 50% para baixo. A gente sempre encontra um jeitinho, qualquer coisa pega o chocolate e faz, compra a barra de chocolate, derrete e faz os ovinhos”, conta.

Contudo, além do lado comercial, a data é lembrada pela união, especialmente porque como no Brasil a Sexta-Feira Santa é feriado, as pessoas aproveitam a folga maior para visitar familiares. É essa união e integração que vemos em algumas respostas. “É se reunir com a família”, diz a autônoma Sônia Caetano. “É a união da família”, conta o marceneiro AlefHirt.

Apesar de diferentes respostas, a Páscoa ainda é lembrada pelo seu significado cristão. “É a ressurreição”, diz a vendedora Patrícia Borcath. “É a ressurreição de Jesus Cristo onde a gente faz as festas com os ovos de chocolate”, relata a vendedora Luciane Soares de Goes.

A data é lembrada pelos cristãos como sendo a ressurreição de Jesus Cristo, que ressuscitou três dias após a sua crucificação no Calvário. Uma das datas mais importantes para os cristãos, a data é precedida pela Quaresma, um período de 40 dias de jejum, orações e penitencias.

Mais do que apenas relembrar a ressurreição de Jesus Cristo, a data também é uma forma de fraternização. É o que destaca a bóia fria Mara Narciso. “É a fraternização, o amor um com o outro, a união. Não é só o comercial, é a oração e o amor ao outro”, disse.

Casa do Coelho

Na sexta-feira (07), a Casa do Coelho recebeu a visita dos alunos da Apae de Fernandes Pinheiro. A turma conheceu toda a Casa do Coelho e se divertiu com os coelhinhos que estavam na exposição. Eles ainda tiveram a oportunidade de realizar atividades sobre a páscoa e brincar com o coelho que estava no local.

O jornal Hoje Centro Sul conversou com dois alunos que nos falaram sobre o que eles lembravam da Páscoa. Confira:

“O ovo e o coelhinho” - José Henrique, 14 anos

“Eu vi no Jornal Nacional o renascimento de Jesus e de Páscoa. A Páscoa é uma coisa bem legal que a gente produz comida pro coelho. O coelho é mais bonito” – Vitor, 7 anos

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Karin Franco e Arquivo/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos