facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 991 - Já nas bancas!
10/04/2017

Prefeitura esclarece queimada em terreno no Joaquim Zarpelon

Um vídeo de uma queimada em um terreno em Irati está circulando nas redes sociais e causando discussão. Isso porque o vídeo mostra funcionários terceirizados da prefeitura de Irati realizando uma prática que é proibida na área urbana da cidade.

Na tarde desta terça-feira (06), a prefeitura de Irati divulgou uma nota em que confirmou as informações colocadas no vídeo. “Com relação ao incidente registrado no último dia 04, no Bairro Joaquim Zarpelon, em que funcionários de uma empresa terceirizada queimaram resíduos de roçada, a Secretaria de Ecologia e Meio Ambiente de Irati esclarece que não concorda com tal procedimento, e que já executou as providências necessárias”, diz a nota.

A nota ainda afirma que a empresa terceirizada já foi comunicada do fato. “Assim que a secretária da pasta, Magda Lozinski, tomou conhecimento do ocorrido, entrou em contato com o responsável pela empresa, que trabalha especificamente com roçada, capina, varrição e coleta do material, para adverti-lo e saber o que de fato aconteceu. O proprietário da firma de limpeza urbana se desculpou pela falha de procedimento e explicou que alguns funcionários acabaram fazendo a queima dos resíduos sem sua autorização, por desconhecimento, e garantiu que tal incidente não mais ocorrerá. A Secretaria de Meio Ambiente de Irati lamenta o acontecimento e reforçou as normas de procedimento junto às empresas terceirizadas”, esclarece.

Queima não é permitida

A queima de qualquer tipo de resíduo, inclusive os naturais como folhas, capim e grama, entre outros, não é permitida nem em terrenos particulares.

Há algumas alternativas corretas para a destinação, como enterrar em cova rasa, que permita oxigenação e decomposição aeróbica, fertilizando o solo, ou jogar uma camada suficiente de terra, por cima, para decomposição. O material também pode ser usado em compostagem, ou em quintais, hortas, pomares, como cobertura morta, auxiliando na fertilização e retenção da umidade do solo, reduzindo o dispêndio com água.

Para maiores informações, o telefone da Secretaria Municipal de Ecologia e Meio Ambiente é o 3907 3045.

Da Redação/Hoje Centro Sul, com informações de assessoria