facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1003 - Já nas bancas!
10/04/2017

Novos médicos cubanos chegam a Irati

Profissionais vão atuar nas regiões do Guamirim, Gonçalves Junior e bairro Lagoa

Novos médicos cubanos chegam a Irati

O município de Irati foi contemplado pelo programa do governo federal Mais Médicos com três profissionais cubanos. Annelis Leon Perez, Luis Vicente Garcia Gomez e Alcis Alidamig Corrales Robert chegaram na cidade na quinta-feira (30), e aguardam a conclusão da documentação no Brasil para iniciarem os trabalhos de atendimento à população.

Pela segunda vez, o município recebe cubanos para atuarem na saúde pública. “Desde o início do convênio em 2013, nós fazemos parte. Fomos o quarto município do País a aderir ao Mais Médicos”, conta o enfermeiro Leandro Ditzel, que está acompanhando os cubanos para conhecerem a estrutura da cidade e suas moradias. Eles ficarão em Irati por três anos.

Não é a primeira vez que o casal, Annelis e Luiz Vicente, mora fora através do programa. “No primeiro período do convênio, ficamos três anos atuando na Venezuela e retornamos para Cuba em 2016”, contam. Annelis vai atender a unidade de saúde do Guamirim e região. Gomez ficará responsável por Gonçalves Junior e localidades próximas. Alcis será a médica responsável na unidade de saúde da Lagoa. “Sou clínica geral formada há cinco anos. É a primeira vez que estou participando do programa e escolhi o Brasil”, expõe ela.

Os médicos estão em solo brasileiro há duas semanas. Eles desembarcaram em Brasília para o acolhimento e a realização de documentação pessoal e profissional. “Depois de confirmada nossa vinda para o Brasil, tivemos aulas de português para aprender o vocabulário e os termos da Medicina”, conta Gomez.

Os três médicos são da parte oriental de Cuba – país em que somente funciona o sistema público de saúde. “Temos espécies de pequenos postos de saúde nas cidades onde fazemos nosso trabalho pelo governo. Lá, não existe atendimento ou consulta particular”, contam eles. Em Cuba, o sistema de ensino também é público, inclusive o de ensino superior. Para entrar na faculdade de Medicina, é necessário fazer um exame – processo semelhante com o vestibular no Brasil.

Maior agilidade no atendimento

A Secretaria de Saúde de Irati comemora a chegada dos três médicos. “O nosso atendimento está sufocado no ambulatório pela grande demanda. E, com estes médicos atuando em seus locais de trabalho, vamos descentralizar as consultas no Pronto Atendimento”, destaca Ditzel. Ele conclui que o Programa Mais Médicos foi muito bem-vindo porque vem para ajudar a melhorar as condições da saúde brasileira. O município de Irati pediu, ainda, mais dois médicos e aguarda a posição do Ministério da Saúde.

Texto/Foto: Assessoria PMI