facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 996 - Já nas bancas!
31/03/2017

Lançamento da 3ª edição de filme sobre a cultura ucraniana ocorre em Rio Azul

O filme “No meu tempo era assim 3” retrata os costumes dos imigrantes ucranianos e seu lançamento reuniu grande número de expectadores em Rio Azul

Lançamento da 3ª edição de filme sobre a cultura ucraniana ocorre em Rio Azul

Um grande público esteve presente no lançamento da terceira edição do filme “No meu tempo era assim” ocorrido noite de sexta-feira (24), no Martins Centro de Eventos, em Rio Azul. Idealizado por Romualdo Surmacz, o filme é uma continuação dos filmes “No meu tempo era assim” e “No meu tempo era assim 2”, onde os costumes e histórias da comunidade ucraniana da região são relembrados.

A gravação iniciou no mês de setembro e contou com 196 atores. “As imagens foram gravadas em vários lugares do município e se estende até Imbituva e Mallet, pela Serra do Tigre, e os atores eram os que participavam na hora, onde a gente ia gravar a gente convidava para fazer as cenas juntos”, conta o diretor Romualdo Surmacz.

Neste terceiro filme, diversos costumes de imigrantes ucranianos são retratados como os ritos religiosos e as pêssankas, ovos coloridos utilizados para presentear na páscoa. A vida no campo também é retratada ao mostrar o ciclo da erva-mate.

O filme ainda relembra o mito da panela de ouro. “Os antigos quando vinham de outro país, eles vieram pobres, mas ainda traziam alguma riqueza. Com o medo da guerra, incêndio na propriedade, essa pouca riqueza que eles tinham, eles enterravam embaixo de pedra, para que talvez em momento de crise, eles tivessem essa reserva. E muitas dessas panelas que eles chamavam ficaram enterradas e até hoje tem gente procurando isso”, conta o diretor.

A terceira edição do filme ainda deverá ser exibida em escolas e comunidades. Quem tiver interesse em adquirir o DVD do filme também poderá. Os DVDs estarão à venda em Irati e Rio Azul pelo valor de R$ 20.

A produção da terceira edição tem apoio da Prefeitura de Rio Azul e da Secretaria Municipal de Cultura, além de doações e colaborações de diversas pessoas da comunidade.

Da Redação/Hoje Centro Sul

Foto: Romualdo Surmacz/Divulgação

Galeria de Fotos