facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 947 - Já nas bancas!
01/03/2017

Editorial - Bom exemplo

Editorial - Bom exemplo

Em 2012, mais de 11% da população mundial era formada por pessoas com mais de 60 anos, segundo dados da Secretaria de Direitos Humanos. A expectativa é que em 2050, o número duplique fazendo com que 22% da população seja idosa. No Brasil, o número de idosos também vem aumentando, são mais de 23 milhões de brasileiros.

As notícias desse aumento da população idosa vêm fazendo com que muitos procurem meios para chegar bem à velhice, seja através de uma vida mais saudável e /ou de planos para assegurar uma boa expectativa financeira.

Contudo, ao contarmos nesta edição a história de Gaspar Valenga, de 94 anos, vemos o exemplo dele, que mostra que o segredo da vida é viver. Apenas viver e aproveitar todas as chances que a vida lhe propõe.

Ele dedicou 50 anos de sua vida à profissão de ferreiro. Mesmo com a vida financeira difícil, Gaspar continuou com seu bom humor e sua amizade com a comunidade.

A aposentadoria não foi impedimento para que o desânimo aparecesse. Aos 77 anos, começou a estudar novamente, frequentando um projeto realizado na Unicentro dedicado à terceira idade. De lá, ele saiu com três livros publicados e mais dois sem publicação.

A atividade com a comunidade também ajudou com os relacionamentos, tendo cada vez mais amigos e em conseqüência, tendo cada vez mais disposição.

A leitura também foi sua grande ferramenta para exercitar o cérebro. Com 94 anos, Gaspar possui uma memória implacável, lembrando datas, nomes e fatos do seu passado – apesar de dizer que sua memória tem dado algumas falhas. Mas mesmo assim, Gaspar leva a leitura do jornal toda a semana como tradição, desde a sua juventude. Mesmo com baixa visão, é sua filha primogênita que lê as edições do Jornal Hoje Centro Sul.

O que um dos nossos assinantes mais antigos nos deixa de lição é que a vida não precisa de grandes fatos e coisas para ser uma vida bem vivida. O simples fato de encarar a vida com leveza e bom humor é um bom sinal para que tenhamos uma vida mais longa.