facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 969 - Já nas bancas!
17/02/2017

Governador Beto Richa abre encontro de gestores municipais de saúde

Governador Beto Richa abre encontro de gestores municipais de saúde

O governador Beto Richa abriu os trabalhos do Encontro de Gestores Municipais de Saúde na manhã desta terça-feira (14), no Expo Unimed, em Curitiba. O encontro, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, apresenta aos prefeitos e secretários municipais de saúde dos 399 municípios paranaenses os programas estratégicos e ações desenvolvidas pelo Governo no setor. Cerca de 800 pessoas participam do encontro, que segue até a quarta-feira (15).
Richalembrou dos avanços na área da saúde no Paraná e destacou que o governo destinou, entre 2011 e 2016, R$ 15 bilhões ao setor – mais que o dobro do que os oito anos da gestão anterior. “Posso dizer com muito orgulho e segurança que o Paraná é referência nacional na área da saúde. Temos vistos muita dificuldade na saúde pública no Brasil, mas em nosso Estado, graças aos investimentos do nosso governo e ao ajuste fiscal que fizemos, temos recursos para investir nesta área essencial”, disse.
Ações

Richa citou o Mutirão de Cirurgias Eletivas, que ao longo do ano passado atendeu 50 mil pacientes de todo o Estado. Ele também destacou a entrega, aos municípios, de 800 ambulâncias e 2,3 mil veículos de transporte sanitário, além do uso das aeronaves do Estado para o transporte de pacientes em situação de emergência e de órgãos para transplante. 
“Somente o helicóptero que está baseado em Cascavel completou, na semana passada, mil atendimentos sem perder uma única vida. Além disso, o Paraná triplicou o número de transplantes, passando do décimo lugar no Brasil, em 2011, para o segundo, em 2016”, salientou. “Enquanto eu for governador, os gestores municipais poderão contar com o nosso apoio irrestrito para administrarem melhor o setor nas cidades onde atuam”, enfatizou Richa. 
Evento

Nos dois dias de evento, os gestores podem tirar dúvidas quanto às formas de financiamento, as contrapartidas previstas e os canais disponíveis para ampliar o acesso da população à saúde pública. Na programação estão palestras e painéis sobre gestão do sistema de saúde e apresentação de projetos do governo e de cases de ações desenvolvidas por equipes municipais.
O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que o encontro segue o que foi iniciado em dezembro do ano passado, quando o Governo do Estado reuniu, em Foz do Iguaçu, os prefeitos eleitos e reeleitos para apresentar as ações de todas as secretarias. “Temos uma série de políticas de incentivos que beneficiam diretamente as prefeituras. Por isso, este encontro é fundamental para que prefeitos e secretários saibam de que forma podem acessar esses recursos”, disse.
De acordo com o Caputo Neto, uma equipe multiprofissional da Secretaria está à disposição dos gestores municipais para prestar assessoria e suporte técnico aos gestores municipais. A prática vem ao encontro da política municipalista do governo Richa. “Trata-se de um momento de diálogo, onde vamos ouvir as demandas dos gestores e apresentar o que temos a oferecer para auxiliá-los neste desafio de gerir a rede pública de saúde local”, explicou o secretário de saúde. 

Divisão

O Sistema Único de Saúde delimita uma divisão particular das responsabilidades no setor, no que se refere às instâncias municipais, estaduais e federais. Um dos objetivos do encontro é esclarecer esta divisão aos gestores.
A União, por exemplo, é responsável pelo planejamento e fiscalização do SUS. Para os estados fica o papel de criarem políticas públicas próprias e ajudar na execução da política nacional de universalização da saúde. Já os municípios devem garantir o acesso a serviços básicos de saúde (primeiro atendimento). 
No Paraná, o Governo do Estado é responsável por uma série de programas que beneficiam diretamente os municípios, como a Rede Mãe Paranaense, de atenção materno-infantil; HOSPSUS, que beneficia hospitais públicos e filantrópicos que atendem pelo SUS; APSUS, de qualificação da atenção primária à saúde; e o VigiaSUS, que busca fortalecer e qualificar as ações de Vigilância em Saúde em todos os municípios do Paraná, entre outros.

Texto/fotos: Agência Estadual 

Galeria de Fotos