facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1010 - Já nas bancas!
10/02/2017

Derbli participa da primeira sessão da Câmara e afirma que buscará evitar desperdícios

Sobre sua gestão à frente do município, o prefeito afirmou: “Eu não estou aqui para agradar, eu vim aqui para realizar, isso que eu quero e preciso de vocês [vereadores]”

Derbli participa da primeira sessão da Câmara e afirma que buscará evitar desperdícios

A sua primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Iratido ano ocorreu nesta segunda-feira (06), quando aconteceu a definição dos membros das comissões permanentes do Legislativo e pronunciamento do prefeito Jorge Derbli, que esteve na Câmara acompanhado pelo vice-prefeitoAmilton Komintski. Depois de discursar e comentar que saúde e geração de empregos são prioridades de sua gestão, Derbli respondeu questionamentos dos vereadores e citou planos para as áreas de meio ambiente, saúde, manutenção de estradas rurais, além de ressaltar cuidados para evitar desperdícios.

“Não tenho medo de tomar qualquer atitude na prefeitura, mesmo que não agrade a todos. Tem algumas coisas que vocês vão ver, a curto prazo, em 60 dias, notificações que muita gente não vai gostar, mas eu não estou aqui para agradar, eu vim aqui para realizar, isso que eu quero e preciso de vocês. Os vereadores são parte importante e integrante desse processo”, disse.

Derbli destacou que está realizando ações para evitar desperdícios. Uma delas é ter colocado um funcionário para cuidar de contas de água, luz e telefone da prefeitura. A ideia é que haja fiscalização para não acontecer o que ele diagnosticou na prefeitura como contas de R$ 80 mil em telefones e R$ 3.700,00 mensais de luz para o CTG Willy Laars. “Uns R$60 mil não consigo, mas uns R$30 mil eu tenho certeza que vou conseguir economizar”, disse. Segundo ele, este recurso economizado poderá ir para a Santa Casa de Irati.

Outro meio é o recadastramento de funcionários, de modo a conhecer os que estão e verificar se alguns boatos são verdadeiros. “Tem alguns funcionários que desde agosto estão em férias permanentes e eu quero saber. Tomara que não tenha ninguém, mas se tiver, vai ser cortado o salário e vai ter que ir lá no gabinete do prefeito, explicar porque não está trabalhando, enquanto outros estão levantando cedo, trabalhando, cumprindo o dia”, disse.

A frota de veículos é outro ponto que deverá ser focado. Segundo ele, 20 veículos dos 90 pertencentes ao município deverão ir a leilão, pois não possuem mais condições de uso. Ele ainda criticou o uso de carros impróprios para sua finalidade. “Os carros não são comprados de acordo com a sua finalidade. Na saúde, por exemplo, e na educação eu concordo que tem que ser veículos Gol Fiat, carro que vai transportar pessoas, mas no Pátio de Obras, em obras nós precisamos muito de utilitário, e nós não temos utilitários. Então,pega-se um Uno, carrega-se dois sacos de cimento. Então nós precisamos ter uma frota adequada para cada serviço”, destacou.

Outro levantamento é em relação a imóveis e terrenos pertencentes ao município. De acordo com o prefeito são 540 imóveis ao todo, sendo que mais de 400 estão na zona urbana e 70 na zona rural. No entanto, o município tem tido dificuldade em alguns imóveis, pois eles foram invadidos ou cedidos a famílias por algum tempo e que agora não conseguem sair do imóvel. “Tem muita coisa que foi feita sem lei, sem passar pela Câmara que hoje causam transtornos, mas enfim, nós temos que adequar isso”, disse.

Saúde e emprego

Segundo o prefeito Jorge Debli, uma das prioridades da gestão é a saúde, que tem estado defasada. “Em torno de 8.500 pedidos vem se acumulando ao longo do tempo. Pedidos para exame, para consultas, para cirurgias e é só com uma gestão firme sem medo de errar que nós conseguiremos fazer uma economia necessária para que esse dinheiro venha ao encontro dos anseios da população, que precisa e muito do Executivo e do Legislativo. Vamos a curto prazo combater essa situação. Acabar com a fila a gente não vai acabar nunca, porque hoje nós terminamos exame e já vem mais pedidos de pessoas que estão consultando nos postos de saúde, mas eu tenho certeza que a gente vai um equilíbrio pra esta população”, disse.

Sobre a geração de empregos, o prefeito citou a retomada de atividades da fábrica de papel Dallegrave que, segundo ele, deverá gerar em torno de 40 empregos diretos. Também falou sobre uma empresa de confecções que votará a funcionar no condomínio industrial da Vila São João e que, inicialmente, deverá gerar 50 empregos.

Outra questão comentada por Jorge Derbli foi sua pretensão em utilizar a capacidade de conseguir financiamentos que o município possui. Segundo ele, esta capacidade é de aproximadamente R$ 14 milhões. Deste montante, os planos do prefeito são utilizar R$ 4 milhões para a aquisição de máquinas rodoviárias (patrolas, retroescavadeiras e escavadeiras hidráulicas) e R$ 10 milhões para projetos de pavimentação.

Derbli afirmou que indicará o local das pavimentações no montante de R$ 5 milhões e que os outros R$ 5 milhões caberáaos vereadores indicarem as ruas que eles desejem que sejam pavimentadas. “A gente vai destinar isso aí pra vocês atenderem a comunidade, porque vocês são cobrados todo o dia, não é vereador?”, disse.

Expediente

Foram lidos no expediente: O Projeto de Lei do Executivo nº 001/2017, que institui o Programa de Recuperação Fiscal – REFIS e um ofício da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico que solicitou a indicação de um membro titular e um suplente para compor a Comissão do Programa de Desenvolvimento Econômico e Sustentável do Município de Irati (PROGRIDE).

De acordo com o Presidente da Câmara, Helio de Mello, ficaram indicados para compor a Comissão, o vereador Rogério Luis Kuhn como titular e o vereador Edson Luis Elias como suplente. A sessão ainda contou com a eleição das comissões.

Bênçãos

Também participaram para primeira sessão do ano, o Pastor Romeu Ribeiro Batista, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus e o Padre Cristiano Rodrigues, Vigário da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ambos abençoaram os vereadores e a Casa de Leis, além de fazerem breves explanações sobre a importância de bons gestores públicos.

Comissões Permanentes

Comissão de Justiça e Redação

Presidente: Marcelo Rodrigues; Secretário: José Bodnar; Membro: Edson Luiz Elias

Comissão de Finanças e Orçamento

 Presidente: Rogério Luis Kuhn; Secretário: Roni Surek; Membro: Valdenei Cabral da Silva

Comissão de Saúde, Educação e Assistência Social

 Presidente: Roni Surek; Secretário: Rogério Luis Kuhn; Membro: Alberto Schereda

Comissão de Obras, Agricultura e Serviços Públicos

Presidente: Valdenei Cabral da Silva; Secretário: Nivaldo Bartoski; Membro: Wilson Karas

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos