facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 984 - Já nas bancas!
05/12/2016

Editorial - “Fique sabendo”

Editorial - “Fique sabendo”

São periódicas as campanhas em saúde pública, algumas delas motivadas por meses ou dias dedicados à prevenção de doenças. Terminou esta semana o Novembro Azul, mês dedicado a incentivar os homens a cuidarem de sua saúde, e logo neste primeiro de dezembro já comemoramos o Dia Mundial de Combate a AIDS.

A doença que já vitimou milhares de pessoas, hoje continua ser ter cura, mas os medicamentos asseguram a qualidade de vida aos portadores do HIV, o vírus da AIDS. Entretanto é necessário descobrir cedo a doença, evitando o comprometimento do sistema imunológico. E é para isto que as campanhas insistem tanto na realização do teste rápido, que é feito gratuitamente nas unidades de saúde. “Fique sabendo” é o lema da campanha há vários anos. Entretanto, ainda existem aqueles que nunca fizeram o teste.

Ao pensarmos na transmissão do HIV, a primeira coisa que lembramos é que a doença é sexualmente transmissível. Entretanto, o vírus também pode ser transmitido pelo compartilhamento de seringas e agulhas, em serviços prestados por tatuadores, colocadores depiercingse manicures que não realizam os procedimentos adequados de desinfecção de instrumentos. Os instrumentos contaminados ou mal higienizados podem contaminar qualquer pessoa.   Por isto, o teste é recomendado a todos.

Em Irati, existeo Centro de Testagem e Aconselhamento, que integra a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde e oferece o teste rápido de HIV das 8h da manhã até às 16h. Também é possível realizar o teste com horário agendado.Caso o diagnóstico seja positivo, o paciente é encaminhado diretamente para o tratamento, que é acompanhado por um médico o infectologista.

Há pessoas que possuem o vírus HIV e levam uma vida praticamente normal. Atentas aos cuidados necessários para evitar a transmissão. Saber a verdade é fundamental, por isso o incentivo ao exame. E no mesmo exame, outras doenças sexualmente transmissíveis são detectadas HIV, Hepatite B e C e Sífilis.

A orientação dos profissionais de saúde é para que as pessoas façam o teste e previnam-se sempre. E a principal forma de prevenção continua sendo a camisinha, que previne além do HIV, outras doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez indesejada.