facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 947 - Já nas bancas!
22/08/2016

Pokémon Go também conquista jogadores em Irati

Diversas pessoas tem ido à imagem de Nossa Senhora das Graças para jogar, pois o local é um dos poucos pontos onde é possível receber itens gratuitos do Pokémon Go

Pokémon Go também conquista jogadores em Irati

O jogo que virou febre no mundo todo também cativou jogadores em Irati. Lançado no Brasil há pouco mais de duas semanas, o jogo de realidade aumentada Pokémon Go tem levado jovens do mundo inteiro a explorar as suas cidades e comunidades.

É o que acontece com os adolescentes Abel Castro, de 16 anos, e Bruno Souza, de 17 anos. Perguntado sobre como é a experiência de jogar, Abel foi enfático. “Cansativo. Você caminha bastante”, disse. Os dois adolescentes usam o intervalo entre as aulas na escola e as aulas do curso técnico  em eletrônica para jogar. “Nós estudamos bastante, nós vamos almoçar, voltamos para o colégio, aí nós temos que caminhar e aí a gente aproveita”, disse Bruno. O caminho entre os dois locais é utilizado para alcançar uma das metas do jogo, que é chocar ovos onde nascem novos pokémon (o ovo é chocado à medida em que o jogador se desloca).

Assim como outros jogadores de cidades pequenas, Abel e Bruno têm enfrentado algumas dificuldades. Isso porque o jogo utiliza o mapa da cidade disponível na internet como base para o jogo, e disponibiliza nos pontos turísticos as chamadas pokéstops – lugares onde é possível ganhar itens gratuitamente e caçar pokémons mais fortes. “Aqui em Irati é só na Santa e na Anila também”, conta Bruno. Para ele, o avanço no jogo é melhor em cidades maiores. “Em cidade grande tem bastante pokéstops e daí dá pra evoluir bastante com eles”, disse Bruno.

O resultado de poucos pontos deste tipo pôde ser visto logo no primeiro fim de semana em que o jogo foi lançado no Brasil. Como a imagem de Nossa Senhora das Graças é um dos únicos lugares turísticos marcados no mapa em Irati, diversas pessoas de diferentes idades se reuniram no local apenas para jogar Pokémon Go.

Além do deslocamento do jogador, o jogo também possibilitou uma maior socialização entre as pessoas. “As pessoas podem interagir mais com uma coisa que elas gostam”, conta Bruno.

Bruno ainda relata que jogar Pokémon Go lhe dá uma sensação nostálgica da infância. “Para mim é bem legal jogar porque eu assistia bastante Pokémon quando era criança, é uma sensação bem legal, nostálgica”, relata Bruno.

Jogo chama a atenção

Desde o seu lançamento em julho desse ano, o jogo Pokémon Go chamou a atenção do mundo. Além de propor a interação do mundo real com o mundo virtual, o aplicativo fez com que alguns problemas surgissem como acidentes e roubos.

Por causa de diversos casos em países diferentes, o jogo tem colocado alertas a cada vez que o jogador abre o aplicativo. Entre os alertas está o de não dirigir enquanto joga, não ir a lugares perigosos, e estar sempre atento. Como o jogo usa as informações do GPS do smartphone para se localizar, o jogo também mostra um aviso quando vê que o jogador está se deslocando muito rápido e relembra que não é para jogar enquanto dirige.

Mesmo com os problemas, muitas pessoas tem usado o Pokémon Go como forma de garantir algum sustento. Há relatos de motoboys que oferecem passeios nos principais pontos turísticos e de pessoas que aproveitam e disponibilizam torres de energia para que os jogadores possam carregar os celulares. O metrô de Londres também utilizou o jogo para chamar mais passageiros para o transporte público, mostrando quando e onde os pokémons estão.

Dicas:

- Não vá a lugares perigosos enquanto está jogando Pokémon Go.

- Não dirija enquanto está jogando.

- Se precisa sair, procure ir em grupo. Pode ser mais seguro.

- Pais e responsáveis podem utilizar o jogo como forma de estimular o filho a interagir com outras pessoas. Aproveite e use o momento também para estreitar o relacionamento com seu filho.

- O jogo também pode ser utilizado para o ensino de línguas, já que está disponível em diferentes idiomas: inglês, francês, alemão, italiano, japonês e espanhol.

Conheça um pouco mais sobre o jogo:

Pokémon Go – Jogo de realidade aumentada para celular da Nitendo, baseado no desenho Pokémon. O jogo transforma o jogador em um caçador de pokémons. Entre as metas estão capturar pokémons, evoluí-los e colocá-los em disputas em ginásios. O jogo utiliza informações do GPS e imagens da câmera dos celulares para introduzir os pokémons no mundo real.

Pokémon – Criaturas virtuais que são capturadas e treinadas para batalhar em ginásios.

Pokéstop – Lugares do mundo real utilizados pelos jogares para conseguir itens gratuitos. A localização é baseada nos mapas das cidades.

Pokéball – Item utilizado na captura dos Pokémon. Pode ser comprado ou ganhado gratuitamente nas Pokéstop.

Ovo – Pode ser ganho nas Pokéstop. Cada ovo contém um Pokémon e para chocá-lo é necessário realizar um determinado percurso, dentre eles, de 2 km e 5 km.

Ginásios – São os lugares onde os Pokémon disputam. Após determinado nível do jogo, o jogador pode entrar num time que defenderá. O jogador deverá ajudar o time a conquistar mais ginásios. Para conquistar ginásios é necessário que o Pokémon do jogador ganhe a luta. Assim como a Pokéstop, a localização dos ginásios no mundo real é baseada nos mapas da cidade. Em sua maioria, a localização está em lugares marcados como esportivos.

Texto e fotos: Karin Franco/Hoje Centro Sul

Galeria de Fotos