facebooktwitterinstagramgoogle+
Edição 1221 - Já nas bancas!
19/05/2020

Medidas restritivas continuam prevalecendo

Medidas restritivas continuam prevalecendo

A Prefeitura de Irati ressalva que NÃO FORAM RELAXADAS as determinações que priorizam a contenção do coronavírus no Município e que as medidas de proteção e prevenção continuam prevalecendo.

- Toque de recolher das 21h até 06h do dia seguinte.

- Manter o distanciamento social e evitar aglomerações.

- Lavagem das mãos com frequência.

- Uso de álcool gel.

- Uso contínuo e obrigatório de máscaras.

- Grupos de risco deverão permanecer em casa.

A Administração Municipal acrescente que, se houver o agravamento da pandemia em nosso município, medidas mais duras deverão ser tomadas, entre elas, o fechamento dos serviços não essenciais.

Nem todos seguem as normas para se proteger do coronavírus

Em Irati, algumas pessoas insistem em não cumprir as normas que recomendam o uso de máscara para sair às ruas, ficar em casa, e evitar aglomerações para se proteger do contágio do novo coronavírus.

No último fim de semana, os órgãos de segurança pública da cidade foram acionados diversas vezes por moradores da cidade e do interior, que denunciaram a realização de eventos festivos e reuniões em espaços públicos.

Sexta-feira (15), por volta das 21h30, na Rua Conselheiro Zacarias, a Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar, abordou três indivíduos com sintomas de embriaguez alcoólica, que não usavam máscaras. Após serem identificados foram advertidos por não usarem máscara e por estarem circulando fora do horário do toque de recolher.

No início da madrugada de sábado (16), em outra ação conjunta da Guarda Municipal, Polícia Militar e Conselho Tutelar, foi interrompida uma festa que ocorria numa residência do Conjunto Fragatas. Na conferência foi constatada a presença de 19 pessoas, incluindo alguns menores de idade. No ato foram expedidos oito autos de infração e três advertências.

O responsável pelo evento questionou sobre a legalidade da ação dos órgãos de segurança. Ele foi orientado sobre os decretos em vigor, que são de conhecimento da população, pois houve ampla divulgação das medidas tomadas para preservar a população.

Mais tarde, os pais de uma menor de idade informaram que não encontraram a menina no local da festa. Buscas foram realizadas, mas a menor não foi encontrada.

Ainda no sábado (16), por duas vezes a Guarda Municipal esteve na praça Etelvina Andrade Gomes, conhecida como Praça da Matriz Nossa Senhora da Luz. Por volta das 18 horas, contrariando as orientações, cerca de vinte pessoas estavam aglomeradas naquele espaço público. Ao avistarem a viatura imediatamente colocaram as máscaras, mas permaneceram no local. Apenas um se recusou em atender as determinações dos agentes. Ele foi abordado, identificado e na revista pessoal nada de ilícito foi encontrado. Em seguida, todos deixaram a praça.

Às 23 horas, a Guarda Municipal foi informada que alguns elementos estariam praticando atos de vandalismo nos brinquedos da mesma praça. Quando chegou, os agentes encontraram oito pessoas tomando bebida alcoólica. Todos foram identificados e conscientizados sobre os decretos em vigor, incluindo o Toque de Recolher, que vai das 21 às 6 horas, e liberados.

Já no domingo (17), às 13 horas, a Guarda Municipal em parceria com a Polícia Militar, esteve na comunidade de Monjolo. Conforme a denúncia recebida, cinquenta pessoas estariam aglomeradas fazendo festa numa residência. As equipes fizeram buscas pela região, mas não localizaram o evento denunciado.

Em seguida, às 14h20, atendendo nova denúncia de aglomeração de pessoas, as equipes foram até a localidade de Linha de B de Gonçalves Júnior, onde numa residência encontraram treze pessoas participando de uma festa de aniversário. O dono foi alertado sobre os decretos existentes e acatou as orientações, dispersando as pessoas.

Logo depois, às 16 horas, agentes da Guarda acompanharam a Vigilância Municipal na verificação de aglomeração de pessoas na Floresta Nacional de Irati – FLONA. Constatada a concentração, os praticantes de Motocross foram orientados sobre os decretos e deixaram o local.

Prefeito alerta que autuará responsáveis por festas e aglomerações

Em função de inúmeras denúncias de aglomerações recebidas neste último final de semana, o prefeito Jorge Derbli emitiu ONTEM (18) novo comunicado público, reforçando que as pessoas que promoverem eventos de qualquer natureza, com concentração de pessoas, serão autuados e multados.

Desobediência a decretos pode acarretar multas

Polícia Militar, Guarda Municipal e Secretaria de Segurança de Irati intensificaram a fiscalização de desobediência às determinações de segurança e controle da pandemia de Covid-19, inclusive com previsão de cobrança de multa.

A multa para quem não usar máscara (pessoa física) é de cerca de R$ 154. Empresas comerciais, indústrias e prestação de serviços que não observarem o controle de entrada e fila externa de pessoas, não evitarem aglomerações e não observarem o máximo de ocupação de seus estabelecimentos, não disponibilizarem álcool gel e não exigirem o uso de máscara é advertida e pode ser multada em R$ 1.545,00. Reincidindo na desobediência, o valor da multa dobra e, persistindo o comportamento, o estabelecimento terá cassada a licença municipal de funcionamento (alvará).

Texto/Foto: Assessoria PMI

Classificados